Cancro da Próstata- Novo Tratamento - O que fazer para ser tratado?

 

 

Fazer ecografia da prostata por via rectal e PSA e marcar consulta para a qual deve trazer aqueles exames.

Se viver no estrangeiro deve preencher o inquérito em anexo, o IPSS e o IIEF e devolvê-los devidamente preenchidos.

 

Inquérito

Para mais informação deverá consultar a página do site www.martinspisco.hslouis.pt

A quimioembolização no cancro da próstata é uma nova alternativa terapêutica que só será efectuada se tiver indicação e se recusar outro tratamento.

Se quiser de uma forma rápida saber se tem indicação para ser tratado envie relatório de ecografia recente da prostáta por via rectal, PSA e preencha o inquérito em anexo e responda às seguintes perguntas. Deve igualmente preencher e devolver o IPSS e o IIEF em anexo.

  1. Nome:
  2. Email:
  3. Que idade tem? E a sua data de nascimento?
  4. Peso e Altura:
  5. Como conheceu a técnica?
  6. Profissão:
  7. Qual o País em que vive?
  8. É fumador? Quando deixou de fumar quantos cigarros fumava?
  9. Que medicamentos toma para a próstata?
  10. Que outros medicamentos toma?
  11. Que doenças teve?
  12. Teve enfarto do miocárdio ou AVC?
  13. Toma aspirina?
  14. Toma anticoagulantes?
  15. Tem alguma alergia ou asma?
  16. É diabético? Se sim, que medicação toma?
  17. Valor do PSA, valores no último ano.
  18. Já efetuou ressonância da próstata? Envie o seu relatório e os relatórios de outros exames.
  19. Envie relatório da biopsia.Quando receber esta informação informá-lo-ei se tem ou não indicação para ser tratado. Se tiver indicação poderá então marcar consulta e posteriormente ser tratado.
  20.  Posteriormente, se tiver indicação para ser tratado deverá efectuar e enviar os seguintes exames: creatinina, glicemia, ureia, urina tipo II, ecografia vesical com avaliação do resíduo vesical pós-miccional e fluxo urinário.PS. – Espero que compreenda, mas afim de evitar gastos desnecessários, só será marcada consulta se tiver indicação para ser tratado.

                                        IPSS

                                           IIEF

         (Índice Internacional de Função Eréctil)

Este questionário é usado para avaliar sua função sexual nos últimos 6 meses:

  1. Quão seguro você se sentiu em ter uma ereção e mantê-la?
  1. Não tenho certeza
  2. Não tenho muita certeza
  3. Moderadamente seguro
  4. Seguro
  5. Muito seguro
  1. Quando teve ereções como resultado da estimulação sexual, com que frequência seu pénis era rígido o suficiente para permitir a penetração?
  1. Não fui estimulado sexualmente
  2. Quase nunca ou nunca
  3. Raramente (muito menos da metade do tempo)
  4. Às vezes (cerca de metade do tempo)
  5. Na maioria das vezes (muito mais da metade do tempo)
  6. Quase o tempo todo ou o tempo todo
  1. Quando tentou fazer sexo, com que frequência conseguiu manter a ereção depois de penetrar a sua parceira?
  1. Não tentei fazer sexo
  2. Quase nunca ou nunca
  3. Raramente (muito menos da metade do tempo)
  4. Às vezes (cerca de metade do tempo)
  5. Na maioria das vezes (muito mais da metade do tempo)
  6. Quase o tempo todo ou o tempo todo
  1. Durante a relação sexual, quão difícil foi manter a ereção até o final do ato?
  1. Não tentei fazer sexo
  2. Extremamente difícil
  3. Muito difícil
  4. Difícil
  5. Um pouco difícil
  6. Não é difícil
  1. Quando tentou fazer sexo, com que frequência você ficou satisfeito?
  1. Não tentei fazer sexo
  2. Quase nunca ou nunca
  3. Raramente (muito menos da metade do tempo)
  4. Às vezes (cerca de metade do tempo)
  5. Na maioria das vezes (muito mais da metade do tempo)
  6. Quase o tempo todo ou o tempo todo
  1. Vantagens da Quimioembolização

A quimioembolização no cancro da prostata é uma técnica minimamente invasiva, efectuada sob anestesia local, sem dor, ou com dor mínima, e sem perda de sangue, em regime ambulatório, com um tempo de internamento mínimo de algumas horas, sem necessidade de algaliação, sem perda de sangue, com tempo de convalescença  minimo de 1 dia, com complicações minimas em doentes bem selecionados, e sem alteração da actividade sexual. A fim de evitar complicações e obter bons resultados, somos muito rigorosos na selecção dos doentes, e aqueles com ateroesclerose avançada ou grande tortuosidade dos vasos pélvicos ou com sintomas não significativos serão excluídos. A quimioembolização no cancro da prostata é uma técnica óptima em doentes criteriosamente selecionados, e  esperamos que seja dentro de pouco tempo a técnica de futuro no tratamento do  carcinoma da próstata. Serão igualmente excluídos os doentes que aceitem outro tratamento para o cancro da prostata.

Partilhe este conteúdo

Deixe o seu comentário: