Hiperplasia Benigna da Próstata - Novo tratamento - Depoimentos

J.O.- EAP 1248-  Lisboa, 26 de outubro de 2017

Fui tratado à próstata pelo Dr. Pisco em 2017 e quero dar o meu testemunho.

A enfermidade que me afetava era hiperplasia benigna da próstata. Os sintomas que afetavam a minha qualidade de vida no dia a dia eram dificuldade de urinar, frequência de micção elevada, ejaculação com aspeto invulgar e por vezes diminuta ou quase ausente e sensação de não esvaziar completamente a bexiga. Tinha o PSA elevado (cerca de 10).

Fui tratado por outros médicos mais de um ano com comprimidos (combodart e avodart). Registei alguma melhoria nos sintomas embora muito ligeiras. A continuação do tratamento estava prevista com mais um ano com os mesmos comprimidos no fim do qual seriam feitos novos exames.

Não fiquei satisfeito por os resultados alcançados em tanto tempo serem tão diminutos bem como a perspetiva de mais um ano a tomar comprimidos. Em consequência do tratamento passei a notar as seguintes consequências: relaxamento dos esfíncteres incluindo do ânus por vezes com consequências que podem ser imaginadas, diminuição do desejo e função sexual e permanência dos mesmos sintomas embora com melhorias muito ligeiras.

Optei por ouvir uma segunda opinião, no caso do Dr. Pisco, de cujo tratamento tive conhecimento através de uma reportagem num jornal semanário.

Fui a uma consulta e num período curto fiz o tratamento por embolização.

No mesmo dia do tratamento e após um curtíssimo período de tempo (poucas horas), não registando dores ou qualquer outro tipo de limitações, tive alta e fui a pé para casa sem qualquer esforço.

As melhoras na dificuldade de micção foram quase imediatas e com o passar dos dias (poucos) foram aumentando rapidamente. Menos de um mês após o tratamento já não sentia a bexiga por esvaziar e urinava como antes de ter a hiperplasia. Até se “ouvia” devido ao jato ser muito mais forte.

Parei completamente com os comprimidos, não estou a tomar rigorosamente nada, os sintomas relativos aos esfíncteres desapareceram completamente, o esperma está já com o aspeto que tinha antes, a dificuldade de urinar desapareceu e o PSA voltou a valores normais.

Deixo aqui o meu testemunho porque e estou satisfeito com os resultados que consegui, perante a expetativa dos tratamentos que conhecia como convencionais, com as consequências que sabia que podiam trazer e que julgava serem únicos e inevitáveis.

Recomendo a quem sofra de enfermidades da próstata que, antes de decidir por outros tipos de tratamento ou intervenção que possam trazer associadas consequências indesejadas, no seu próprio interesse, oiça a opinião clínica do Dr. Pisco sobre este tipo de tratamento.

J.O. 2017

 

M. P. – EAP 1127 – Exmo. Professor Martins Pisco,

antes de mais as minhas desculpas por só agora estar a dar um “feedback”.

O único questionário que preenchi foi logo umas semanas após a embolização, agora que já passou mais tempo gostaria de deixar o testemunho, com algum pormenor, do que sinto em relação ao “pré- tratamento”.

Apesar de me ter dito que a minha próstata não era das que melhor “absorvia” (não me recordo ao certo do termo que utilizou)) o tratamento, sinto melhoras em diversas situações, que passo a descrever:

-Consigo urinar de uma forma muito mais fluida, sem interrupções e sem ficar com aquela sensação de que ainda poderia ter urinado mais.

Preciso de ir urinar com muito menos frequência, estando horas sem sequer pensar nisso.

-À noite a maioria das vezes só preciso de ir urinar uma vez, sendo que por vezes consigo dormir seguido.

-A nível sexual tenho a sensação de que, ao ter diminuído o volume da próstata, a irrigação melhorou, notando uma alteração do que passa por algumas vezes (nem sempre) não ejacular, o que não me afecta porque tenho a mesma sensação.

-A nivel do dia a dia, haviam várias situações em que tinha restrições, se dava um passeio maior de bicicleta, se andava numa máquina cada vez mais frequente nos ginásios (elíptica), até com a trepidação ao andar de mota, tudo isso deixei de ter problema em fazer.

Por tudo o que acima descrevi quero agradecer-lhe pelas melhorias registadas, indo enviar os exames feitos, alguns já com vários meses.

Com os meus cumprimentos,

M. P.

 

A. M. – PAE 1193, Dr. Martins Pisco,

Please find attached my 6 month urological results, as well as requested questionnaires.

I do not have any forms to complete the next required results. Please could you email me these forms with the required completion date by return email?

As I have been feeling well I have stopped taking the Duodart for the last 6 months, and all is well.

I hope these results are satisfactory, and look forward to hearing from you in due course. However, should you require anything further then please feel free to contact me.

 

A.L.- EAP 1082-  Boa Tarde Sr Prof. Dr Martins Pisco

Com os meus melhores cumprimentos, serve o presente email para informar que um ano após a embolização efectuada

a 15 de Setembro de 2016, estou de muito boa saúde.

Em Fevereiro de 2016 não urinava e o volume da próstata era de 62cc. e, por isso, estava algaliado.

Em 14.10.2016 o volume diminuiu para 40cc., após a embolização, e finalmente deixei a algália após oito meses.

Em 11.09.2017, o volume é de 35cc. e estou satisfeitíssimo pois é um tratamento que não deixa sequelas, ao contrário das

cirurgias. Recomendo a quem precisar.

Quero expressar, novamente, o meu profundo reconhecimento e gratidão ao Sr Prof. Dr Martins Pisco e à sua equipa por

terem resolvido o meu problema.

Bem Haja

25.09.2017

 

J.C.S.- EAP 1251– Bom dia caro Professor Pisco

Só quero agradecer do fundo do meu coração ao Senhor e toda a sua maravilhosa equipe, pelo atendimento, amabilidade e grande profissionalismo que demonstraram comigo.

Estou muito bem. Os dias e noites são muito mais leves e agradáveis depois de eu ter feito a embolização da prostata aí no hospital.

Não passa um dia sem que eu agradeça a Deus por me ter ajudado nessa prova. Também agradeço a Deus por o Senhor existir.

Que Deus lhe deia em dobro todo o bem que o Senhor  tem feito pelas pessoas que ajudou com essa técnica.

Abraços

 

A.F.- EAP 1246- Hi It’s been one month. I can report significant and welcome improvement. I noticed some improvement in the first few days but it was very sporadic, since then it has gradually become more consistent. I say more consistent because the symptoms always have been very variable and I’m still having some days/nights better than others. But overall it’s much better and I think still continues to improve and become more consistent. The improvement is in all metrics:

  1. Flow – can’t measure rate but can now project 25-30 cms against zero before.
  2. Hesitation and interruption – mostly much less
  3. Voiding – certainly better
  4. Nocturia – mostly reduced, sometime now just twice nightly which is welcome

Sexual performance – I wish I had a larger sample to report (just for statistical significance you understand), but really, all fine, no complaints 🙂 Side effects / after effects – I have experienced none from your list or any other. The only downside was significant discomfort in the 8 hours following the procedure, I was not prepared for it, but it’s a small matter. So all positive. I will report any changes.

Thanks
J.R.- EAP 902-Testimonial – Prostatic Arteries Embolization – Professor Doctor Martins Pisco

It is about saving lives. It is not about the traditional view concerning life or death. In death, we would not have a prostate issue. There would be no suffering. To live means to be alive – to share, rejoice, witness, laugh. However, in life there is also room for suffering, negating some of the experiences mentioned above. Professor Pisco, you have given us the ability to diminish suffering and to regain the opportunity to our better selves.  The actual procedure itself was a non-event and made extremely so by your hospital, staff, nurses and other doctors. Each person knew the procedure, its effect on the body and post physical results. All made the complete treatment cycle a secure, confident, painless experience. Your complete team treated me with kindness, understanding and empathy. Included in the attributes listed above, were the secondary hospitals and clinics for the additional pretests: artery scans, prostate and bladder ultrasound. Care, empathy, knowledge, professionalism was the norm. A great team.  The actual day of treatment, all my anxiety and nervousness were quickly put to rest. The 1 hour pre-procedure saline/pain medication was event free. At the actual Treatment Theatre, all was clockwork organized and were seen to be confidently prepared, calm and very competent. When the other doctor approached me, he then again explained the procedure, coupled with a sedative to further eliminate any remaining nerves. As I recall, within an hour, treatment completed and I was returned to my hospital room.  My only discomforts were in my left testicle and kidney area, as I believe only occurred due to the fixed hour long position on a hard surface and resulting numbness. Within an hour, the discomfort had vanished. I was able to urinate normally without using my catheter and experienced no pain. The next day, now out of the hospital, I had some expected aches and a bit of pressure around the groin region, but again, devoid of pain. On day 3 to 6, after the procedure, I did have a fair amount of blood in the urine. After the catheter removal on day 6, the next day 7, the blood was visibly less and from day 8 – no blood.  Urine frequency was every 30 minutes to 1 hour for the entire 7 days from the procedure. From day 8 to 15, every 2 to 2.5 hours, with complete emptying of the bladder. The stream is progressively stronger than before they placed my suprapubic catheter (2 weeks prior your treatment) and consequently, the time to completely empty the bladder is noticeably less. No stitches. No post anesthesia narcosis. No long hospital stays. No home care. No incontinence. No sexual impotency. No retrograde ejaculations. No scars.  In regards to outcomes and feeling, I am still getting used to the sensation of bladder emptiness after I urinate and the ability to be able to urinate when I have the need to. It is quite a freeing psychological state I have not had for 10 years. The stresses and high anxiety associated with this ailment is really understood by those that have it and those close friends/loved ones who stand near-by to witness such a constant agony.  It is important to understand the debilitating nature of this ailment – from searching all the WCs in the vicinity – to being in a public gathering, meeting, movie theatre or the anxiety of a plane trip, where the day before, ample pre-planning and rationing of food and water is the norm as to avoid a potential Acute Urinary Retention Episode (AURE) on the foreign land you just arrived. Perhaps an otherwise innocuous infection, could echo back into the prostate and cause a urinary tract infection, leading to more antibiotics and another catheter at worse. Prior knowledge of weather reports was paramount as well. A sudden drop in temperature could magnify the symptoms: frequent urination, excessive pelvic pushing to begin, counting glasses of water, wine, coffee to determine if a peak volume has been reached, so as to not inflict another AURE.  Being on vacation, family dinner or stuck in traffic in your car with the bleak, dejecting, mournful realization of another AURE – because no matter how many times you try to urinate (which by then could be every 10 to 15 minutes), you know you cannot empty your bladder. Doctors call this overflow. Now your stress and anxiety/fear levels increase exponentially (and that of your partner, loved one,friend). No choice, you travel fast and straight to the hospital emergency room. You begin again to explain to all the doctors and nurses you have Benign Prostatic Hyperplasia (BPH – enlarged prostate)… You take daily medications, etc – all the while, you are in excruciating pain. You will explode. They now proceed to do an ultrasound of your bladder. Discuss again with others. Finally relief. You have a catheter and urine begins to warmly flow out. The next day, you feel the foreign object causing a great deal of discomfort and depending on your position, pain. You are back in the world of the inability to lead a normal life.  So to living. We are in the 21st century and Professor Pisco has discovered/pioneered, a system using our internal highway (arteries, veins) to deliver a remedy directly to the affected organ without the need to sacrifice otherwise other healthy organ/tissue parts. No collateral damage. He still remains in awe, amazement of the results and statistical patient satisfaction. Again, he is using our internal pipes, highway system to get to the root of the problem. A modern day forefront scientist, that remains uniquely compassionate and cerebral in this endeavor.  Dear Professor Pisco, it has been an honor and privilege to be patient 902. Again, the most difficult aspect of your procedure is not the actual treatment itself, but the psychological retraining of my daily behavior after having this condition for long. BPH and its ramifications, no longer need to be the focus of my every existence. A constant distraction of life.  Thank you Professor Pisco.

 

M. K. – EAP 1171 – Interesting : PSA 1.1 ng/ml(down from 7.29 ng/ml on 20/10/2016)

Comparison images of echographs 20/03/2017 and 10/07/2017 shows:

diminishing of prostate volume from 162.63 ml to 124.44 ml

Overall I am very pleased!

 

E. D. – EAP 1227 – Hola Doctor Pisco,

So nice to hear from you. Carole and I had a wonderful time in Portugal and we look forward to returning again. Forgive my delay in communicating with you, we returned to New York to a very busy schedule. I must tell you how happy Carole and I are with the excellent results of my procedure! Truthfully, I can tell you that I feel completely back to normal with no complications from the procedure whatsoever and no symptoms of BPH! No more looking for bathrooms everywhere … No more getting up in the middle of the night to urinate … no more weak stream.  Attached to this email are the two completed forms (IPSS, IIEF).

Thank you! Gracias! Obrigado! We will remain in communication with you and keep you informed as to my progress. It was a pleasure to meet you and we wish you and your colleagues continued success.

Gratefully, E. D.

 

EAP 789 – A.J.N.S

Alhos Vedros 25 de Junho de 2017 Muito bom dia Senhor Professor Pisco, finalmente estou a enviar-lhe o depoimento falado na ultima consulta, com muitos dias de atraso devido a contratempos que nos aparecem, formulei este texto, e o que me vai na alma e o que se ajusta a realidade, se for alguma coisa desajustada o Professor corrija. Despeço-me com elevada consideração.

Eu: A. J. N. S., de 65 anos de idade, venho por este meio manifestar a minha felicidade na área da saúde.

Fui tratado há dois anos e quatro meses à próstata pelo método HBP no Hospital St. Louis Lisboa, pelo Senhor Professor Martins Pisco. Antes do tratamento tinha a próstata a 94cc, eu urinava muitas vezes e com dificuldade, após o tratamento comecei a sentir melhoras e deixei de tomar os terríveis medicamentos para a próstata. Passado um ano a contar da data do tratamento tinha a próstata a 76cc. Passados dois anos e quatro meses a contar da data do tratamento tenho a próstata a 75cc. Isto quer dizer que a próstata baixou no primeiro ano após o tratamento, e manteve-se no mesmo tamanho nos 16 meses seguintes com a tendência para baixar.

Conclusão que tiro hoje: A próstata baixou de volume o suficiente para descomprimir a uretra deixando a urina passar livremente.

A irrigação dada à próstata através dos vasos capilares que por meio destes se alimenta, que neste caso foram parcialmente entupidos o suficiente para que a próstata baixasse de volume, o suficiente, que a artéria onde corre o sangue que e bombeado pelo coração não entrasse em pressão demasiada, facilitando o trabalho do coração para não entrar em esforço.

Eu chamo a isto trabalho de mestre.

Agradeci e agradeço ao Senhor Professor Martins Pisco a feliz ideia de aplicar esta medicina na próstata dos homens, livrando-nos a todos nós da má qualidade de vida, do sofrimento da infelicidade.

Bem aja Senhor Professor, milhões e milhões de homens de boa fé irão dizer o mesmo.

 

W.T. – EAP 1163

It’s taken a longer time to get the psa tests you requested. It is unusual for someone to request this each month so my Urologist and the system in general is giving me a hard time. Here is another test.

 

M.O. – EAP 452

Dear Mr Pisco,

I hope you are doing well. I hope everthing is going well with you. I have been so busy witt life here in China and dealing with my new life ( i had a baby boy now, 15 months old) and have been working almost every day in last one year’s time.

I am planing to come to Lisbon in Sep to see you.

 

J.M.A.A. – EAP 1129

Exmo Professor Pisco,

Sou seu paciente no estudo do tratamento inovador da Embolização na Hiperplasia Benigna da Próstata no Hospital Saint Louis. E venho desta forma deixar-lhe uma nota de agradecimento em especial a si mas também á sua Equipa, a oportunidade que me foi proporcionada de fazer parte do estudo para este tratamento inovador.

Desde 2006 que me foi diagnosticado uma Próstatite Crónica e um considerável elevado tamanho da Próstata para a minha idade de 37 anos na altura. O Urologista que acompanhou o meu estado clínico, foi sempre da opinião que eu devia ser operado para a extracção da próstata. Situação da qual eu sempre fugi e ao fim de quatro anos deixei de ir a mais consultas.

Depois de vários anos a tentar que os factores psicológicos fossem por si só mais fortes, e assim, pudessem resolver os meus problemas de próstata, ou, por meios de tratamentos alternativos, ou a esperança que pudesse aceder a uma evolução na área da medicina para este problema, deixei de ter capacidade para ter uma vida que se possa chamar normal, ou seja, as relações sexuais cada vez mais decepcionantes até deixarem de existir, as várias vezes que tinha de me levantar durante a noite para urinar e que me deixavam com um descanso deficitário, as sensações estranhas que se passam na zona da bexiga bem como o seu mal estar, e ainda, a infecção que me subia pelos intestinos e me provocava crises intestinais e diarreias constantes e me tirava o restante prazer pela vida, se é que ainda houvesse algum prazer em viver, mas claro que havia, era a tal esperança, que fez com que eu nunca tenha optado pela extracção da Próstata.

Tive conhecimento deste tratamento inovador para a Próstata por meio de um colega de trabalho, que tinha ouvido falar de um tratamento inovador no Hospital Saint Louis, precisamente quando tinha decidido que tinha que resolver urgentemente a minha situação que se tinha tornado insuportável.

Após ter feito o tratamento à cerca de um mês, sinto-me muito bem, e ainda a melhorar. Voltei a ter relações sexuais e a manter ereções, voltei a urinar e a conseguir reter a urina de forma satisfatória, deixei de ter diarreias e problemas intestinais.

Em suma, voltei a ser homem, voltei a acreditar que tudo é possível, que sou capaz de conseguir aquilo que quero e que não há limites, isto sim é viver e ter ferramentas para se poder viver com qualidade.

E por esta reconquista da minha vida, lhe dou todo o mérito Professor Pisco, agradeço-lhe do fundo do meu coração e da minha alma toda a sua devoção a este novo método de trabalho e inovação que faz com que a nossa sociedade seja mais saudável fisicamente e psicologicamente, e, espero sinceramente que seja reconhecido o seu excelente trabalho conforme o merece, e que isso lhe dê o retorno para que toda a sociedade possa ter o proveito.

Sinto que estou em divida para consigo, qualquer coisa em que o possa ajudar ou ser-lhe útil, faça-me saber.

Já agora aproveito para felicitar toda a sua equipa e ao Hospital Saint Louis que têm a coragem de o acompanhar.

Um grande bem haja, e a maior das felicitações. 

 

 

A.H. – EAP 1191

Hi Dr Pisco,

I just have one month from the  PAE. I want to thank you so much

I have been improving every day , slowly but doing better.

Nocturia has decreased,  the need to urinate 

during the day also has decreased.

 Sex also improved , I feel like my penis is stronger and thicker.

I have just made the exams you indicated and next week I will

send you the results.

Until now, I can only report improvements in my quality of life.

Hope this continue in order to have a normal life. 

Thank you very much.

 

F.P. – EAP 1197

Dr. Pisco 

I want to let you Know that I make some improvement the last days , I just wake up 2 to 3 times a night and before was 3 to to 5 times a night I needed to urinate. 

I thank You for the treatment  and I hope to continue with my improvement . 

My best regards.

M. K. – EAP 1171

Dear Doctor,

I am doing fine, no straining, no weak stream, very little urgency, fewer frequency, no sensation of incomplete emptying, getting up once or twice at night.
My next visit with my urologue is planned on June 19.
Thank you and best regards,

 

A. F. M. D. – EAP 987 Estudo 34

Exmos senhores,

Tendo feito e concluído, a embolização da próstata integrado no ensaio clínico, do Prof. João Martins Pisco, quero agradecer o excelente profissionalismo,  atendimento e simpatia de que fui alvo particularmente pelo  Professor e sua equipa, bem como  ao restante pessoal hospitalar.

Registei  melhoras bastante significativas  na minha patologia, deixando inclusive de tomar qualquer medicação.

Quero ainda lamentar  o artigo que saiu no Jornal Expresso,  dizendo que os doentes que faziam parte do ensaio clínico não eram informados do mesmo, uma pura mentira que não dignifica o jornal e o autor/a do artigo.

Melhores cumprimentos

A.F.M.D

 

EAP 1183 – F. P.

As minhas cordiais saudações a grande equipe do digníssimo Professor Martins Pisco, constituída, Pela Srª Drª. Lucia Fernandes,Sr .Doutor Costa, Sr Professor Tiago Bilhim, a todos o meu sincero agradecimento.

Não irei roubar-lhes muito tempo, pois o que tenho para dizer, não é muito, apenas que me sinto extraordinariamente bem.

Apenas o que sinto durante a noite, é que urino muito, e por isso me levanto 3 ou 4 vezes,durante a noite, mas sem qualquer tipo de dores.

Desejava saber se devo continuar a tomar a silodosina UROREC, medicamento que tomo a alguns anos a noite, juntamente com o Profenid 100mg.

O meu muito obrigado a todos.

EAP 969 – C. C.

Dear Martins, Attached are PDFs of my March 2, 2017 test results, 13 months after my embolization. I am pleased to report continuing good results in all categories. So much better than finasteride or TURP from what I understand. Sincerely and with appreciation,
EAP 1163 – W. T.

hello Dr. Pisco,

I have to thank you. Your procedure is making a big difference in my life. It is a big relief to not have the emergency urges that I used to have. I am still tapering off the medicine but I do not take Avodart anymore.

I recently went to the Urologist and have attached his reports as well as your questionnaires.

Let me know if I am missing anything.

 

D. H. – EAP 1173

Good morning to the BEST DOCTOR IN THE WHOLE WORLD !!! I thank God for your knowledge and your expertise on the procedure. I’m doing great  and I can pee like 4 feet in front of me and today I will write on forum about you. I had only a small bruise on my leg where you went in and that was all. I will send you my PSA around the 6th of March. My question is do I have to wait to have sex ?  LOL … I had an active sex life before and its been 11 days and I feel like I’m 20 yrs old again LOL… You have been great and I will be coming to see you in a year.

Best Regards,

 

 

Keith Pereira, MD

Assistant professor Division of Vascular Interventional Radiology

Saint Louis University Hospital

Dear Prof. Pisco, Dr Bilhim and team,

First of all I would congratulate you on being the pioneer in Prostate artery embolization for BPH. This minimally invasive procedure has indeed been a revolution for elderly men seeking an alternative, non-surgical option who quality of life has been devastated by this disease condition. Thank you for the time and effort your team has devoted towards spearheading the clinical development and research of this innovative procedure.

I truly appreciate you giving me the opportunity to train with you in Prostate artery embolization. Being an interventional radiologist practicing in the US, I am truly inspired by the clinical skills, technical expertise and the excellent patient care that is exhibited by you and your entire team; all with a caring touch!

I wish you all the success in the future in making this procedure standard of care for all patients with BPH. Ill end by saying, when I get older and if I develop problems related to BPH, Hospital St. Louis in Lisbon with Prof. Pisco and his team would be the place I would go to!

Thank you again,

19-01-2017

Testemunhos: Forúm Patient.info

Screen Shot 06-21-16 at 04.01 PM

Está disponivel no site Patient.info um forúm onde poderá consultar relatos veriticos, alguns deles bastante emotivos, sobre as dúvidas, ansiedades e casos de sucesso relacionados com a embolização da artéria prostática (PAE).

Deixamos aqui o link para este forúm de partilhas, para que possa ouvir a opinião de outros paciente e quem sabe vir a partilhar a sua.

Testemunhos

Ao longo dos anos, o canadiano R. M. B., de 64 anos, tentou tudo o que pensava ser possível para tratar a sua doença na próstata. Foi explorando e aprendendo um pouco sobre o assunto e, hoje, partilha, no seu livro ,”Healthy Prostate”, e no seu website, algumas das coisas de que tomou conhecimento nesta luta.

No seu website, escreveu um artigo que faz referência à esperança que o pioneiro Dr Martins Pisco trouxe com o grande avanço no tratamento, sem efeitos colaterais, da próstata, que já teve resultados positivos em cerca de 800 pacientes.
Saiba um pouco mais sobre o artigo à cerca da embolização prostática aqui.
R. M. B. 
Fui operado à próstata há 14 anos. Há 3 meses fui algaliado por retenção urinária. Recusei nova operação por ter sofrido muito na primeira. Procurei o Professor Martins Pisco que me explicou a técnica e os riscos que correria e que mostrou alguma renitência por ser o primeiro caso que iria tratar. Insisti para que me tratasse.
Não senti qualquer dor, fui para casa no dia seguinte e 4 dias depois foi-me retirada a algália que tinha sido colocada 3 meses antes, e passei a urinar sem qualquer dificuldade. Passei a levantar-me apenas uma vez por noite em vez de várias vezes. A minha actividade sexual melhorou muito. Recomendo a técnica a todos os homens com problemas da próstata.
M. I. B. – EAP Nº1
Quando já estava decidido fazer-se a operação “tradicional” à minha próstata, foi-me proposto pelo Prof. Dr. Martins Pisco participar num grupo de estudo ou ensaio, a embolização prostática.
Fui sujeito a esta intervenção em 2009.Abril.22, e uma semana depois já a minha qualidade de vida era muito melhor, com uma redução verificada de 1/3 do volume da próstata e consequente alargamento dos intervalos entre as idas à casa de ba¬nho e, também e muito importante, coma redução da premência entre o momento de sen¬tir necessidade e aquele de efectuar a micção.
Como é natural, os progressos posteriores foram mais lentos mas nunca me apercebi de qualquer regressão e, no meu caso, tal intervenção não teve qualquer influência negativa na função sexual.
Estou por isso plenamente satisfeito com o resultado da embolização e por ter sido escolhido para fazer parte do grupo “experimental”.
M. M. D. – EAP Nº2
Tenho 78 anos e desde há muito tempo (mais de 20 anos) que sofro de hipertrofia da próstata.
Os sintomas resumiam-se a micções mais frequentes que o normal, que ultimamente chegavam a 5 vezes por noite. Nunca houve sinais de sangue na urina, nem ardor na uretra durante as micções. A próstata é muito grande e chegou, em maio de 2009, a um volume de 143 cm3. A análise PSA Total mostrava, também em Maio de 2009, uma valor de 24,20 ng/ml, valor este que eu suponho estar relacionado com o grande volume da próstata.
Durante este longo período, sempre evitei a prostatectomia e mesmo a biopsia, na minha convicção de que “mexer” no órgão poderia desencadear um processo degenerativo.
Todavia, esta convicção era contrariada pelo urologista.
A situação em que me encontrava (com micções frequentes, as incontinências e as urgências em urinar) estava tornar-se quase insuportável.
Foi então que surgiu a oportunidade de ser intervencionado pelo Prof. Doutor João Martins Pisco, que utilizava o método da Embolização das Artérias Prostáticas, processo que me agradava pelo facto de não provocar ferimento do órgão, nem dos tecidos adjacentes.
A intervenção realizou-se no Hospital St. Louis, em Lisboa, em 28/05/2009, e regressei a casa no mesmo dia. Não tive dores, tendo tomado os medicamentos prescritos. Depois do repouso no fim-de-semana, continuei a fazer a minha vida normal.
As ecografias posteriores mostravam um volume prostático de cerca de 134 cm3 (uma diminuição de cerca de 6,3%) e a análise PSA um valor de 15,10 ng/ml (uma diminuição de cerca de 9 pontos).
As frequências urinárias diminuíram, sinto-me melhor, embora ainda haja alguma incontinência.
Estou muito grato ao Prof. Doutor João Martins Pisco
Lisboa, 19 de Outubro de 09
F.D. P. – EAP Nº3
É com muito agrado que vos deixo o meu testemunho. O meu pai tem 76 anos, tendo-se encontrado algaliado durante 3 meses. Era acompanhado por um urologista no hospital de Tomar, o qual o medicou e na última consulta, que ocorreu em Maio de 2009, disse-lhe que iria continuar algaliado e medicado até Setembro e depois logo se via!!
O meu pai que era uma pessoa bastante dinâmica, deixou de realizar as suas actividades preferidas, como por exemplo cuidar da fazenda e até deixou de passear com a família, devido ao incómodo causado pela algalia.
Contudo, através da Sr.ª enfermeira Céu, do Centro de Saúde de Torres Novas, o meu pai foi encaminhado para o Professor Martins Pisco. Após a realização de alguns exames, a equipa chefiada pelo Professor aplicou este novo tratamento (Embolização das Artérias Prostácticas -EAP).
O meu pai regressou a casa no próprio dia, e após uma semana, voltou a ser o homem que era. Retirou definitivamente a algalia, tendo este tratamento resultado a 100%. Passaram 3 meses e o sucesso contínua, o problema do meu pai foi ultrapassado através desta técnica fantástica (EAP).
A toda a equipa o meu muito obrigado
I. S. J. M. – EAP Nº5
No dia 18 de Junho de 2009, fui submetido à embolização das artérias prostáticas no Hospital Saint Louis pelo Professor Martins Pisco.
Estou muito contente, fiquei muito melhor e ando perfeitamente bem.
Tenho recomendado este tratamento aos meus amigos e familiares. Não tenham medos nem receios de fazerem este tratamento de muita qualidade que vos vai melhorar a vida.
J. C. – EAP Nº6
Fui parar ao Hospital São José com um problema, não urinar, onde fui algaliado.
Entretanto lá ouvi outros doentes com o mesmo problema, a falar de um método inovador de tratamento, e um deles falou no Professor Pisco que trabalha no Hospital Saint Louis.
Fiquei interessado e fiz uma visita ao hospital Saint Louis para me inteirar desse método de tratamento. Falei com o Professor Pisco, que me explicou em que consistia o tratamento, teria que fazer uma Embolização. Fiquei satisfeito com a explicação, fui internado, fiz o tratamento, e hoje sinto-me bastante bem, passados 2 anos, continuo satisfeito.
Em minha opinião é um tratamento eficaz e o Professor deve continuar a ajudar e a tratar todas as pessoas com esse tipo de problema.
V.C. A. – EAP Nº7
Venho por este meio, agradecer, o tratamento a que fui submetido, do qual me sinto bastante satisfeito, a embolização que me foi feita à próstata, pelo Professor e sua excelente equipa.
Foi um belíssimo trabalho, do qual me sinto totalmente curado mais uma vez, renovo os meus agradecimentos ao Sr. Professor Martins Pisco e à sua equipa, por me tornarem num homem novo.
O meu obrigado.
D. P. – EAP Nº8
Há cerca de 3 anos que comecei com problemas na próstata, e um dos sintomas que me incomodava imenso era a incontinência urinária, causa essa que me fazia deslocar frequentemente ás urgências e era sempre algaliado.
Em consulta com o urologista, indicou-me a técnica da embolização da próstata efectuada pelo Prof. Pisco.
No dia 09/07/09 fui internado e sai no mesmo dia sem qualquer outro sintoma.
Estive ainda uma semana algaliado e passado esta semana retirei a algalia.
Melhorei bastante, sinto-me bem.
Se tivesse que optar outra vez, não hesitaria em escolher a embolização da próstata.
A. M. – EAP Nº9
Após o tratamento em 24 se Setembro de 2009, deixei de me levantar de hora a hora durante a noite, e durante o dia passei a urinar menos vezes e em maior quantidade e a minha qualidade de vida melhorou consideravelmente.
A minha actividade sexual melhorou. Considero a embolização um tratamento miraculoso, pois regressei a casa 4 horas após a sua realização.
A. C. F. – EAP Nº11
Encontrando-me numa situação sintomática muito crítica, fui submetido a uma embolização das artérias prostáticas no dia 12 de Outubro de 2009.
Nesse dia, entrei no Hospital de St Louis pelas 9 horas, ao fim da manhã voltei ao quarto após a intervenção com anestesia local e, pelas 18 horas, estava de saída, sem dores, indisposição, ou quaisquer sintomas desagradáveis.
Na semana seguinte à embolização não senti melhoria significativa no funcionamento urinário mas, a partir da segunda semana, dia após dia, fui melhorando de modo evidente. De registar que não se revelou qualquer efeito negativo em relação à sexualidade.
Claro que falta ainda o teste do tempo mas, pelo modo como me sinto neste momento, aqui expresso a minha gratidão ao Professor Martins Pisco e a toda a sua equipa, sentindo-me honrado por ficar ligado ao seu trabalho pioneiro.
J.M.L. – EAP Nº13
Exmo Senhore Dr. Prof. Pisco,
Venho por este meio manifestar o meu contentamento relativamente á minha situação clinica desde que fui operado por V. Exa., em 02/11/2009, tinha 74 anos.
Anteriormente usava algália, e desde que fui submetido á cirurgia nunca mais tive de usar e não tenho tido problemas urinários desde então.
Tenho sido acompanhado ao longo desdtes 7 anos pelo doutor e até á data e tudo tem corridor muito bem. Venho por este meio, agradecer-lhe, bem como, a toda a sua eqipa pelos excelentes resultados obtidos e acompanhamento prestado.
Sem outro assunto, os meus cumprimentos. F. P. S. – EAP – 14
Mais uma vez lhe agradeço e à sua equipa a competência técnica e o carinho com que fui tratado da hiperplasia benigna da próstata.
O meu caso começou com retenção urinária em Dezembro de 2009, altura em que tive de ser algaliado e iniciei tratamento com alfabloqueantes, que não resultaram.
Conhecendo a sua experiência na técnica da embolização uterina e prostática, dirigi-me à sua consulta no Hospital de S. Louis, com a esperança de evitar a cirurgia.
Estou muito grato pelo seu atendimento e muito satisfeito com o resultado, considerando que decorridos três meses da embolização, que teve lugar em Fevereiro, me encontro completamente bem.
J.P. – EAP Nº18
É com todo o gosto (e porque é verdade) que mantenho o sentimento de satisfação pelo excelente resultado da embolização.
Não tenho palavras que consigam transmitir o meu reconhecimento pelo bem-estar que tenho muito e o tão pequeno que me sinto perante tanto saber e inteligência para idealizar tal técnica.
Bem-haja.
J.R. – EAP Nº19
Parabéns aos dois. A mim, pelo bem que que me sinto e ao Sr.Professor, pelo êxito alcançado com a sua técnica. Para melhor me referenciar, fui o 19º paciente a submeter-se (e em boa hora) a essa técnica inteligente, inovadora, aparentemente simples e, quanto a mim, não traumatizante e altamente eficaz. A fim de poder avaliar o meu elevado grau de satisfação, vou passar a transcrever   alguns dados que julgo relevantes para Vossa Ex.ª, não só por motivos técnicos mas também por motivos estatísticos.
Após a biópsia à próstata, ( que me descansou dado felizmente não existir malignidade nas amostras recolhidas), e, recorrendo aos relatórios dos exames clínicos que foram efectuados imediatamente antes e após a embolização, poderemos constatar um autentico sucessso da operação realizada. Para que o Sr. Professor beneficie de um grau de satisfaçãô tão elevado, e que se aproxime do tão bem que me sinto, vou tentar transcrever de forma o mais exacta e precisa o mal-estar e o diminuído que me sentia onde quer que estivesse.
Tinha bastante relutância em deslocar-me para qualquer sítio, incluido até, a casa de amigos que me convidavam. A vontade de urinar era tão frequente que até tinha vergonha de estar sempre a deslocar-me à casa de banho. Quando ía a qualquer lado, a primeira coisa a fazer era tentar localizar um café ou instalações sanitárias públicas. Tinha imensa dificuldade em reter a urina, dada a premente e incontrolável vontade de urinar, gotejando com enorme frequência, o que por vezes se tornava visível até nas calças. Em casa, durante a noite, cheguei a levantar-me 10 vezes. Mal me deitava, tinha logo de me levantar para urinar umas gotinhas.
Era um desespero com a falta de descanso que se transmitia na minha maneira de ser e estar para com quem me rodeava. Foi este estado de coisas que me dispôs a sujeitar-me a uma intervenção cirúrgica à próstata. Assim, por indicação do meu médico de família, fui ao Porto a uma casa de saúde privada a uma conculta de um consagrado urologista. Perante os exames apresentados e pela sintomatologia descrita, ficou “alinhavada” a minha necessidade de operação. Neste espaço de tempo, o meu amigo e médico de família, Sr. Dr. João Afonso Domingues, (em boa hora) se deslocou a Lisboa para assistir a um colóquio, palestra, congresso, onde ouviu o Sr. Professor Martins Pisco precisamente sobre este tema.
Por intermédio do meu médico consegui uma consulta com o Professor Martins Pisco na qual pacientemente, me explicou a técnica que iria ser utilizada. Posteriormente encaminhou-me para o urologista Sr. Professor Campos Pinheiro, para ser observado e serem analisados os exames de diagnóstico, tendo dado parecer favorável à utilização da técnica posteriormente utilizada.
No dia da Embolização das Artérias Prostáticas estava plenamente consciente, pude ouvire, por vezes, ver através do monitor reflectido num vidro, todo o trabalho efectuado. Com auxílio de moderno e sofisticado equipamento utilizado no Hospital St. Louis, o jovem médico, Sr. Dr. Tiago Bilhim, Assistente de Anatomia e integrante da sua equipa cirúrgica, (mostrou ser Senhor de um enorme controlo e sereniedade, elevada técnica, precisão e firmeza), ía levando adiante a tarefa que tinha em mãos, seguindo a douta orientação do Sr. Prof. Pisco.
É por tudo isto, Sr. Professor Dr. João Martins Pisco, que pensando no tão mal que me sentia, melhor avalio a minha situação actual retomando a alegria de viver e gozando uma sensação de bem-estar. Sem nada saber de medicina, atrevo-me a afirmar que esta técnicaé uma ideia simples, mas só foi possível ser idealizada dado o Sr. Prof. Pisco ser um profundo conhecedor da anatomia humana e da forma como o nosso corpo é capaz de reagir.
Nem sei como transmitir-lhe toda a minha gratidão.
J.S.R. – EAP 19

 Fui eu que lhe enviei este caso, quando por intermédio do sobrinho, tive conhecimento que o Sr. Sofria do problema na próstata. Apesar da idade, um pouco avançada do doente, o tratamento foi um êxito. Isto é um facto confirmado por ele próprio e também opinião do especialista em Urologia, Dr. Paulo Vasco, onde recentemente e de acordo com as suas instruções o levaram. O Dr. Paulo Vasco, disse que conhecia o Prof. João Pisco, bem como seu trabalho, afirmando ter o maior respeito e admiração. O Sr. recuperou alguma qualidade de vida, tanta quanto os seus oitenta e sete anos de idade lhe permitem, não tem dores, nem nenhuma das queixas anteriores, a não ser a falta de mobilidade nas pernas, que se deve unicamente à sua preguiça para andar e fazer exercício. No que me diz respeito, considero um enorme privilégio, poder conhecer e seguir de muito perto, todo o seu trabalho, podendo por isso ser testemunha de jovens, que sem a sua intervenção, estariam irremediavelmente desfeitas, como o caso dos Fibromiomas. Os problemas da próstata são igualmente um drama para muitos homens, mais uma vez graças ao seu empenho e dedicação, também eles podem ter solução.

Por essa razão, tenho divulgado por todos os meios possíveis, a informação para que mais pessoas possam ser salvas, de cair em mãos erradas, que lhes retiram toda a qualidade de vida sem qualquer preocupação pelos danos que causam. Termino agradecendo a bênção de conhecer um Homem como o Sr. que considero ser, um exemplo vivo, de que nunca devemos perder a esperança pois ainda há milagres.
A.O.L. – EAP 19
Entre 19/09/2009 e 07/07/2010 fui 13 vezes ao hospital com problema de retenção urinária.
De 19/09/20009 até ao dia 04/08/2010 estive sem algália cerca de 10 dias em todo este período, ou seja, houve ocasiões em que tirei a algália de manha e à tarde voltei ao hospital para colocar de novo.
Neste espaço de tempo tomei os seguintes medicamentos: Permixon 160 mg, Sedoxil e Cardura Gits 4mg, este ultimo para ser tomado para sempre dito pelo Urologista.
A minha actividade sexual antes de 19 de Setembro de 2009 era normal, a partir deste data estive quase sempre algaliado.
Em 20/05/2010 efectuei biópsia que revelou prostatite crónica. Diagnostico: fragmentos de tecido prostático com estrutura mantida. Há áreas de hiperplasia glandular e outras de atrofia com prostatite crónica associada. Não se identifica neoplasia.
Tomei durante 45 dias o Bactrim Forte para a infecção. Fiz análises e o resultado foi negativo.
Fiz a Embolização em 15/07/2010.
Em 04/08/2010 foi-me retirada a algália pelas 12 horas. Nesse dia urinei 3 vezes, sendo a 1ª vez muito pouca quantidade, no entanto, o pouco que urinei não fiquei com a sensação de vontade; a 2ª vez foi maior quantidade e tive uma sensação de maior alívio. A 3ª vez foi pelas 23h e urinei com toda a naturalidade.
Ate à presente data sinto-me completamente diferente com intervalos de 2h30 a 3h00 para urinar. Não necessitei mais de algália. O meu PSA era de 39.59 e 18 dias após a embolização desceu para 20.99.
Sinto-me perfeitamente bem e a minha vida sexual normalizou-se. Sinto-me como há cerca de 15 anos.
Do meu ponto de vista este tratamento é espectacular e com efeitos imediatos. Recomendo-o a quem tenha duvidas.
L. N. – EAP Nº26
Desde há mais de 20 anos que me era diagnosticada a HBP da próstata, tomando diariamente um comprimido de Pradif. Naturalmente todos os anos o problema se agravava até que se colocou a questão da cirurgia. Bem, aí, fui adiando a decisão principalmente com receio de fica com incapacidades sexuais. Entretanto tomei conhecimento por um jornal da intervenção da embolização, sem riscos secundários, com anastesia local, sem hemorragia e regressando a casa no mesmo dia, mas acima de tudo sem os tais receios ter o “azar” de ficar sexualmente incapacitado.Assim há cerca de um ano subti-me à intervenção e estou feliz, pois os problemas que a HBP acarretava desapareceram. É claro que não foi de graça, mas voltava a pagar se fosse hoje. Mas há ainda outra questão, mais geral: Devemos elogiar todos os médicos, cientistas, engenheiros etc., que têm a coragem de “inventar” novos processos seja no que for, naturalmente correndo riscos profissionais e sociais, mas mesmo que falhem devem ser acarinhados.
Quero elogiar e prestar depoimento público de uma coisa boa que se pratica.
L.O.R. – EAP 30
Há anos que vários urologistas me recomendavam a cirurgia tradicional para que não tivesse de ser submetido mais tarde a uma urgência e suas consequências.
Nunca tive coragem porque tinha medo de algo correr mal.
Felizmente tomei conhecimento do método de embolização da próstata praticado pelo Professor Martins Pisco. Foi ao ler o Correio da Manhã e depois pela Internet completei o conhecimento.
De facto recomendo este método a todos os que possam, porque vale a pena. É simples, rápido, não destrutivo da próstata, com anestesia local e duas horas depois saímos do hospital, sentindo-se os efeitos positivos passados logo um ou dois dias.
No meu caso já passou um mês e lentamente sinto o fluxo cada vez melhor e deixei de sentir a bexiga cheia. Quer dizer que a próstata está diminuindo de tamanho e portanto facilitando o trato urinário.
Além disso a parte psicológica melhorou, deixando de estar no pensamento os problemas inerentes à função urinária.
Quanto à função sexual mantenho a apetência que sempre tive, mas naturalmente com mais confiança.
Resumidamente é o que se me oferece dizer. Acho que este método do Professor Martins Pisco deve ser “acarinhado” com espírito aberto pela classe médico-científica.
L.R. – EAP Nº31

Tenho o prazer de informar que estou muito satisfeito com os resultados obtidos após a embolização da próstata, realizada pelo Sr. Professor e a sua equipa em 16 Setembro 2010.

Devo informar que a minha qualidade de vida melhorou drasticamente após essa intervenção,pois os intervalos entre micções voltaram ao normal. Dessa forma, agora já posso dormir de um modo razoavelmente contínuo.
Sou grato ao Sr. Professor  Martins Pisco pela descoberta deste tratamento inovador e pioneiro da próstata, que representa um grande avanço para a medicina mundial.
J.F.G.F. – EAP 37
Estou muito satisfeito com este tratamento que fiz à próstata. Estou óptimo.
J.B. – EAP 38  
Sr. Professor para si e para toda a sua equipa vão os meus parabéns, pelo óptimo trabalho que realizaram, pois eu já não tinha vontade de nada, já não me interessava em nada. Depois da vossa intervenção devolveram-me a alegria de viver, já trabalho com grande vontade, por isso Sr. Professor digo-lhe que não há dinheiro no Mundo que pague tudo quanto de bom me devolveram a 20-12-2010.
Deixei de tomar medicamentos, as queixas urinárias desapareceram e a parte sexual melhorou muito. Por isso volto a dizer que não há dinheiro no Mundo que pague tudo isto.
Parabéns!
A.J. EAP – 45
Quatro meses após o tratamento da embolização prostática devo confessar que estou bastante satisfeito face aos resultados obtidos, que no plano da necessidade urinar frequentemente, principalmente durante a noite, sem conseguir um sono tranquilo como voltei a conseguir presentemente.
No plano das relações sexuais voltei a conseguir o que antes não era conseguido, erecções satisfatórias conseguinte penetração satisfatória e de boa duração ainda que as coisas não evoluam para melhor sinto-me bastante satisfeito e recomendo.
 M.A. – EAP Nº50
Eu A.M, de 64 anos, fiz a embolização no fim do mês de Outubro, sofria bastante com o peso constante na bexiga, devido ao tamanho exagerado da próstata.
Tive conhecimento deste tipo de tratamento e marquei consulta com a intenção de fazer o respectivo tratamento e que ficou logo decidido na mesma.
Tenho a declarar que depois de um mês sinto-me muito melhor e com resultado logo a partir da 1ª semana após a intervenção, sobretudo no que respeita à facilidade de urinar.
Estou bastante satisfeito de ter tomado tal decisão, pois passei a ter muito melhor disposição no geral e mais alegria para enfrentar os problemas da vida.
A.M. – EAP Nº52
De um modo geral considero que a melhoria do meu problema foi bastante boa. Sinto-me mais saudavel, mais activo para a vida no geral e consigo ter mais descanso nas horas de sono pelo facto de acordar menos vezes para urinar.
Dou-me por muito feliz por ter optado por este tratamento.
A.T.M. – EAP 52
Com um ano de tratamento feito á próstata por embolização, a minha vida está totalmente diferente. Nunca mais senti o peso na bexiga, os ordores frequentes que tinha nas alturas em que urinava desapareceram, no geral fiquei liberto de um incomodo que tinha comigo, e que me dificultava fazer uma vida normal. Antes do tratamento a boa disposição seria difícil de obter. Com muita frequência sentia vontade de urinar e acabava sempre por urinar muito pouco. Cheguei até a ter que me algaliar para descarregar a bexiga, foram uns anos muito difíceis e sempre a piorar. Não tomo medicamento que se relacione com a bexiga ou próstata a decisão de consultar o Prof. Pisco foi a decisão mais acertada depois destes anos todos de sofrimento.
A.T.M. – EAP 52
Após a embolização das artérias da próstata, fiquei com uma vida com muito mais qualidade.
Antes da embolização tinha muita dificuldade em urinar, levantava-me quatro e cinco vezes por noite para urinar. Depois da embolização levanto-me para urinar no máximo 2 vezes e urino bem.
Também a actividade sexual melhorou bastante.
M.M. – EAP Nº55
Decorridos 9 meses após a embolização continua a verificar-se melhoria.
• O fluxo aumentou para mais do dobro
• O PSA reduziu para metade
• O volume da próstata reduziu metade
• O Resíduo vesical reduziu praticamente 15 vezes
J.M.C – EAP Nº59
No decorrer do ano passado, foi-me detectado Hiperplasia Benigna da Próstata.
Os sintomas que tinha, e de que me apercebi, foram aumento da frequência das micções, sensação de não ter esvaziado completamente a bexiga após urinar e aumento da frequência de micção durante a noite. Após vários exames verificou-se um aumento benigno da próstata.
Após vários exames efectuados, submeti-me a um novo tratamento “Embolização das Artérias Prostáticas”, tratamento esse que se iniciou às 15 horas (entrada no Hosp. St Louis) e acabou Às 23 horas do mesmo dia.
Hoje posso afirmar por experiência própria e pelos resultados dos exames efectuados, que o tratamento resultou perfeitamente. Diminuíram gradualmente a frequência das micções durante o dia, não tenho a sensação de não ter esvaziado a bexiga após urinar, e consigo passar a noite inteira sem ter que me levantar para urinar.
Pelos exames que tenho feito a minha próstata diminuiu de volume gradualmente e de uma forma substancial +/- 20%.
Atendendo a que continuo a manter inalteradas todas as outras funções, nomeadamente a sexual, e por não ter sido sujeito a uma intervenção “clássica”, manifesto aqui o meu agradecimento ao Professor Martins Pisco e toda a sua equipa.
B.A – EAP Nº60
A embolização correu 5 estrelas. Nunca mais fui algaliado e antes tinha-o sido várias vezes. A parte sexual não podia estar melhor.
Deixei de tomar medicamentos.
A.M.S.F. – EAP 61

É com muito agrado que vos deixo o meu testemunho: Tenho 54 anos e há cerca de 8 anos que sofro de hiperplasia benigna da próstata, no final do passado mês de Agosto um amigo meu falou-me que leu no Correio da Manhã uma notícia acerca da intervanção à próstata pelo processo de Embolização das Artérias Prostáticas, isso deixou-me curioso, e como esse amigo estava com o mesmo problema, resolvemos marcar uma consulta com o Prof. João Martins Pisco, o que aconteceu no passado mês de Novembro, realmente o Sr. foi impecável na informação dada. Eu já tinha a operação marcada para dia 26 de Novembro no Hospital Particular do Alvôr, fui desmarcar a operação e optei pela Embolização, fui internado no dia 6 de Dezembro no Hospital de S.Louis em Lisboa, no mesmo dia fui submetido à intervenção a qual correu muito bem e por volta das 19 horas tive alta do hospital, tenho vindo a recuperar favorávelmente e hoje poderei dizer que estou práticamente bom, deixei de sentir peso na bexiga, urino só uma vez por noite e por vezes não urino durante a noite, urino normalmente sem ardor. Pelo que dou conselho as todos os pacientes que sofram de hiperplasia benigna da próstata, contactem o Prof. Martins Pisco porque é a pessoa indicada para este tratamento. Quero agradecer a toda a equipe do hospital de S.Louis pela forma como fui tratado naquele hospital. Um muito obrigado.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     H.P – EAP 62

É com muito agrado que vos deixo o meu testemunho.

Depois de uma conversa com um amigo, onde lhe falei que tinha problemas na próstata e que havia 8 anos que tomava medicamentos para o efeito, que fazia regularmente exames, analises, ecografias e uma biopsia, que tinha uma próstata de 48 grs, que já não continha a urina, que urinava 5 ou 6 vezes durante a noite. Ele, meses mais tarde telefona-me dizendo que viu uma noticia no jornal “Correio da Manhã”, falando na embolização das artérias prostáticas, e que estava com o mesmo problema que eu, mas que nunca tinha feito exames à próstata nem tinha consultado um medico. Perguntou-me, se era possível eu pesquisar na Internet essa notícia, disse-lhe que sim e fui à Internet no site do Google, obtive toda a informação desejada.
Ambos fizemos a intervenção no dia 6 de Dezembro de 2010 no Hospital Saint Louis em Lisboa, a qual resultou plenamente.
Hoje poderei dizer que me sinto muito melhor, deixei de ter peso na bexiga, vou uma ou duas vezes à casa de banho durante a noite, em vez de cinco ou seis, deixei de ter ardor ao urinar, não tenho incontinência urinária, durante o dia tenho uma frequência urinária de duas em duas horas apesar do jacto não ser muito forte.
Dada a situação em que me encontro, estou muito grato ao Sr. Prof. João Martins Pisco.
Desde já recomendo a todos os pacientes que tenham hiperplasia benigna da prostata, consultem o Prof. Martins Pisco no Hospital Saint Louis em Lisboa.
A toda a equipa do Hospital o meu muito obrigado.
 H.P. – EAP Nº64
Fiz o tratamento á próstata e sinto-me bem, antes tomara medicamentos e urinava muitas vezes, agora não, urino normal sinto-me bem.
A.J.B.D. EAP 75

Quero dar-lhe conta de quanto tenho melhorado após o tratamento de embolização da HBP, em 25 de Fevereiro, último.

Nos exames efectuados um mês depois, cerca de 25 de Março, verifiquei, por comparação, um decréscimo do volume e peso da próstata que me tem permitido uma melhor micção e qualidade de vida já que deixei de tomar comprimidos para urinar e conter os valores de PSA.
Durante este lapso de tempo decorrido após 25fev o fluxo das micções tem vindo a melhorar, mais quantidade de liquido e menos vezes, especialmente durante a noite, uma, duas vezes agora e antes mais vezes com muito desconforto ao acordar. Não ingeria liquidos ou evitava durante a tarde e agora já o faço, não importa a que horas.
F.R. – EAP 77
Depois da consulta que tive com o Senhor Professor… e por ter conhecimento teórico do processo de tratamento à próstata por Cirurgia aberta e, ou, Ressecção da Próstata por via endoscópica… optei pelo tratamento de Embolização: por este método me parecer racional, lógico e o mais inócuo!
-Foi-me feita a Embolização Prostática no dia 11 de Abril de 2011.
Antes desta intervenção: eu tinha dores à micção, não conseguia controlar a urgência de urinar; o jacto urinário era um fio, e por vezes gotoso! -Levantava-me  cinco e sete vezes para urinar. Depois comecei a tomar o Pradif 0,4 mg e melhorei, ligeiramente, durante um ano e pouco. Entretanto, tudo voltou ao estado anterior.
Depois de ser Embolizado:
-O número de micções por noite reduziu para três a quatro vezes, por noite.
-A dor à micção diminuiu bastante, na ordem dos 90%!
-O jacto urinário passou a ser mais forte, uns 75%.
-A capacidade vesicular também aumentou de 130cc para 230cc.
Por tudo isto, estou satisfeito com a intervenção médica que me foi feita por Embolização à Próstata; -pese embora, ter ainda, por vezes, ligeira dificuldade em controlar uma ou outra urgência que sinto em urinar!
Numa palavra sincera: valeu a pena submeter-me ao processo de Embolização Prostática!
Estou sinceramente grato ao Senhor Prof. Martins Pisco e a toda a sua Êquipe Médica.
A.M.-  EAP 80

Sendo por temperamento um pouco pessimista, algum tempo após o tratamento, tive a sensação de que não tinha obtido melhoras.

Porém, ao decorrerem algumas semanas do tratamento comecei a constatar que a micção havia melhorado francamente, a partir dai comecei a ficar expectante quanto aos resultados, agora, passados mais de 2 meses, estou convencido de que dei o passo certo quanto decidi submeter-me a este tratamento.
Estou certo, agora de que vou melhorar mesmo, até me sentir completamente satisfeito.
Agradeço ao Sr. Professor Martins Pisco a oportunidade de ser atendido o meu desejo de me submeter ao tratamento.
 A. R. F. – EAP 81
Ao fim de um mês da aplicação da técnica de Embolização da Próstata, efectuada pelo Sr. Professor Martins Pisco e sua equipa, sinto melhoras muito acentuadas, nomeadamente na parte que diz respeito à dificuldade que tinha em urinar.
A minha qualidade de vida melhorou acentuadamente, visto que na maior parte das noites já consigo dormir a noite inteira, coisa que não conseguia há muito tempo.
O fluxo urinário e a quantidade também melhoraram muito.
Por tudo isto que aqui expresso, é fácil concluir que para já estou muito satisfeito com o resultado.
N.A.S.S. EAP – 82
Venho desta forma testemunhar o tratamento inovador, Embolização da Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP), à qual fui sujeito em Abril de 2011. Os sinais começaram em 2003 quando as idas ao W.C. tornaram-se frequentes, 5 a 6 vezes por noite. Após urinar ficava com a sensação de bexiga cheia e notava também que o fluxo de urina era baixo. Decorro ao médico de família, apresento os sintomas aos quais me diz que é normal urinar muitas vezes, convenci-me disso e por aí fiquei. Anos depois dá-se o despertar da situação quando vou fazer uma ecografia de bexiga cheia enão consigo esvaziar, estando completamente bloqueada. Dirijo-me às urgências do hospital, onde foi colocada a algália e aconselhado que fosse consultado por um urologista. Segui o conselho e este pediu análises ao PSA e uma ecografia prostática sendo ambos os resultados negativos. Perante os resultados prescreve-me uma medicação para diminuir o volume da próstata mas sem sucesso, na consulta seguinte o urologista propõe que a solução seria a cirurgia. Nesta fase tomo conhecimento de um novo tratamento inovador minimamente invasivo e entro em contacto com o hospital para marcação de uma consulta, onde fui atendido pelo Professor Martins Pisco que explicou em que consistia o tratamento. Em Abril de 2011, fui submetido à inivação da próstata com sucesso não sendo necessário internamento nem baixa. Semanas depois noto grandes melhorias, pois todods os sintomas negativos desapareceram sem qualquer tipo de medicação. Como por exemplo, deixei de ir ao W.C. durante a noite, o fluxo tornou-se mais intenso e a vida sexual mais satisfatória. Considero esta nova técnica uma mais valia para todos os homens que sofram deste problema. Agradeço do coração ao Dr. Pisco e à sua equipa uma vez que a minha qualidade de vida melhorou a 100%.
A.R. – EAP 84
Uma vez mais, agradeço o excelente trabalhoda equipa do Hospital de São Louis, coordenada/chefiada pelo senhor ProfessorMartins Pisco, que considero tecnicamente muito competente, pela forma muito eficiente e eficaz como me fez o Tratamento Inovador de Embolização da Próstata, bem como a dedicação e disponibilidade que o Professor tem manifestado, nestes meses que se seguiram ao tratamento, o que é para mim epara os meus familiares motivo de grande satisfação.

Pelo extraordinário desempenho no trabalhode Embolização e pelo assinalável espírito de bom acompanhamento depois dotratamento, que se traduziu na melhoria significativa da minha qualidade devida marital, emocional,… o Professor Martins Pisco e todos os elementos da Equipa de Embolização, são credores de toda a minha estima e consideração e merecedores de que os tratamentos inovadores efectuados por eles efectuadossejam publicamente considerados de muito elevado mérito para a nossa vida social.

Os maiores sucessos profissionais e pessoais.
L.A. – EAP 87

No entanto espero que me deixem exprimir a minha gratidão, na pessoa do Senhor Professor Dr: João Pisco, pelo alivio e bem estar que me proporcionou com a aplicaçao da técnica da “EMBOLIZAÇÃO PROSTÁTICA” . Bem hajam.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       J.V.C. – EAP 88

Uma vez mais, agradeço o excelente trabalho da equipa do Hospital de São Louis, coordenada/chefiada pelo senhor Professor Martins Pisco, que considero tecnicamente muito competente, pela forma muito eficiente e eficaz como me fez o Tratamento Inovador de Embolização da Prostata, bem como a dedicaçção e disponibilidade que o Professor tem manifestado, nestes meses que se seguiram ao tratamento, o que é para mim e para os meus familiares motivo de grande satisfação.

Pelo extraordinario desempenho no trabalho de Embolização e pelo assinalável espirito de bom acompanhamento depois do tratamento, que se traduziu na melhoria significativa da minha qualidade de vida marital, emocional,.. o Professor Martins Pisco e todos os elementos da Equipa de Embolização, são credores de toda a minha estima e consideração e mercedores de que os tratamentos inovadores efectuados por eles efectuados sejam publicamente considerados de muito elevado mérito para a nossa vida social.                                                                                                                                                           L.A. – EAP 90

Fui intervencionado há precisamente um mês.
Feitos exames, fluxometria e ecografia transrectal (prostática), os resultados são adimiradores. Embora só tenha passado um mês após a intervenção o fluxo urinário triplicou. O desempenho sexual melhorou e muito, as idas constantes à casa de banho deixaram de existir passando, de noite e ir duas a três vezes (anteriormente entre 6 a 8 vezes). Como disse anteriormente, é ainda muito cedo, mas já sinto os resultados.
Posso dizer que me sinto melhor.
J.V.C. – EAP 93

Belo dia estava a almoçar e a ver o telejornal na TV, quando de repente vejo uma reportagem que logo me interessou bastante. Uma inovação na Medicina, no tratamento da próstata benigna no Hospital St. Louis em Lisboa, efectuada pelo Exmº. Professor Doutor Martins Pisco. Fiquei radiante ao ver e ouvir tal reportagem e logo de imediato tentei tratar do assunto. Depois de alguns contactos, marcação de consulta e alguns exames médicos, finalmente chegou o dia (26 de Maio de 2011), tinha 58 anos de idade nessa data. O meu historial é que andava a ser seguido nas consultas de Urologia num Hospital em Coimbra à cerca de 6 anos e a última decisão médica era efectivamente a cirurgia, dado que os valores estavam a ser elevados, tinha o PSA a 9,6 e a próstata com 122cc, o que era assustador. Tinha dificuldade em urinar, principalmente a primeira urina da manhã, não tinha jacto, a bexiga estava sempre cheia, não controlava a urina e estaa já a ter alguma incontinência.Em 26 de Maio de 2011, foi-me efectuada a embolização prostática, no Hospital St. Louis com o Exmo. Professor Doutor Martins Pisco e sua digníssima equipa médica. Foi um dia muito feliz para mim, o trabalho foi feito em cerca de 1 hora na parte da manhã, depois fui para o quarto até cerca das 17H, seguidamente regressei a casa. A embolização foi efectuada se dor, nem durante nem após, não tive nenhuma reacção adversa, estive sempre acordado durante o tratamento sem sentir dor ou algo anormal.

Quando regressei a casa repousei durante 4 dias, ao fim desse tempo voltei ao meu trabalho normalmente, mas com muitas melhoras em todos os sentidos. Na semana seguinte após a embolização, já urinava bem e com algum jato, não tinha o problema de incontinência, controlando muito melhor a bexiga, não sendo preciso ir de imediato urinar, controlando por isso horas sem ser necessário ir urinar. Fiquei radiante e altamente satisfeito. A fim de um mês fui fazer análises e o PSA 5,36 e qual não foi o meu espanto que a 15 de Julho de 2011 já estava com o PSA a 3.86 e com um volume de 94cc. Sinceramente, foi um trabalho excelente. Hoje sinto-me outro homem. Urino bem e com jato, consigo controlar a retenção da urina (horas) o que tal não acontecia, sinto-me com mais erecção e os (pingos na cueca) “já foi” e a primeira urina da manhã que tanta dificuldade tinha “já era”. Por tudo isto só agradeço e felicito o Exmo. Professor Doutor Martins Pisco e sua digníssima equipa médica, pelo excelente trabalho que desempenham a bem da SAUDE.

Muito Obrigado.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                         C.M.M.S. – EAP  94

 

BOA TARDE…EM MAIO DE 2011 FIZ A EMBOLIZAÇAO DA PROSTATA, NO HOSPITAL DE S. LUIZ EM LISBOA COM O DR MARTINS PISCO.TENHO ME SENTIDO BEM HA CERCA DE UM ANO FUI A UMA CINSULTA DE UM MEDICO PELA PRIMEIRA VEZ, ACHOU QUE EU ESTAVA BEM, NAO TENHO TIDO QUEICHAS, ATE HOJE.                                                                                                 C.C. –  95

 

Apesar de só terem passado 24h sobre o meu tratamento, já sinto algumas melhorias; já consigo urinar mais facilmente e com jacto, coisa que antes não conseguia. Quase que não sinto dores e já urino menos vezes.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                A.B. – EAP 110

 

Tenho a dizer que a minha vida sexual, a partir do momento em que foi realizada a cirurgia, melhorou em mais de 50% sendo que, portanto, nesse aspecto, estou bastante satisfeito.
Passados estes quase 3 meses da intervenção, sinto-me francamente muito bem, mais feliz e com outra qualidade de vida, sublinho o que de melhor se verificou após a intervenção.
– Intervenção simples e eficiente; – Após intervenção passei a urinar e a esvaziar w bexiga de uma só vez; – Passei a dormir tranquilamente a noite inteira sem necessidade de interromper o sono; – Eliminação total da medicação diária de 2 comprimidos diários (Avodard e Doxazozina); – Vida sexual normal; – Custo da intervenção relativamente acessível; – Acompanhamento pós-operatório eficiente através de exames e análises.
Por tudo isto quero expressar os meus sentimentos de gratidão e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido por esta maravilhosa equipa e também pelo sucesso deste novo método clínico.
A.B. – EAP 110

Boa tarde.

Relativamente á questão colocada, tenho a dizer que a minha vida sexual, a partir do momento em que foi realizada a cirurgia, melhorou em mais de 50% sendo que, nesses aspecto, estou bastante satisfeito.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    A.M.B -EAP(110)

Após o meu tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata, exprimo sentimentos de alegria, por recuperar o jacto urinário neste curto espaço de tempo e de gratidão ao Hospital St. Louis e a todas as pessoas, principalmente ao Professor João Pisco e ao Dr. Tiago Bilhim, pela prática desta técnica com tão bons resultados.
Um bem haja.
S.T. – EAP 114
Passado um mês após a embolização a minha qualidade de vida e auto estima melhoraram espantosamente.
– Deixei de tomar qualquer medicação;
– Como e bebo sem qualquer restrição;
– Levanto-me para urinar 1 a 2 vezes por noite em vez de 4 ou 5;
– A potência e qualidade de jacto urinário aumentou muito;
– Diminuiu muito a dificuldade em adiar a micção;
– A actividade sexual não sofreu qualquer alteração;
– A recuperação pós-embolização foi imediata (5 a 6 horas), sem restrições.
Choca-me que a classe média, particularmente os urologistas não informem os seus doentes desta inovação tão positiva no tratamento de HBP.
A.R.F.T. – EAP 115
Caro Dr. Pisco,
Seguidamente á Intervenção de Embolização realizada por Vossa Exª em 22-09-2011. Venho informar que tenho já algumas melhoras significativas pois urino menos vezes de noite, urino melhor e com menos dores sobretudo que segui os conselhos do Professor parando a Tansulosina (já não tomo) continuo na esperança que a pouso e pouco vá ainda melhorar mais. Também tenho uma boa novidade, o meu PSA livre/total está descendo (junto cópia) passou para 5.940Ng.ML (estava com receio) mas está muito melhor.
Queira receber os meus Cumprimentos.
J.A.Q.C.M – EAP 133
Estou muito feliz com os resultados.
Agradeço muito ao Sr. Professor e sua equipa, que Deus vos abençoe.
J.P.P. – EAP 145
Declaro para os devidos efeitos que no mês de Novembro de 2011 fui objecto de uma intervenção cirúrgica `prostata por parte do Sr. Professor Dr.  Martins Pisco, realizada no Hospital St. Louis, tendo desde então e até à presente data apresentando melhorias significativas face ao problema de saúde de que padecia.
F.G.T.M. – EAP 158
Iniciei as minhas primeiras idas ao urologista há 15 anos quando tinha 47 anos, após ter os primeiros sinais de redução do fluxo urinário. Daí para cá todos os anos fazia ecografia prostática e análise ao PSA. Iniciei o tratamento com o Benestan (Alfuzolina) e há cerca de 4 anos comecei também com o Duagene (Dutasterida). Com este medicamento senti algumas melhoras no nº de vezes que urinava mas há cerca de um ano para cá a situação foi piorando e nos últimos três/quatro meses chegava a levantar-me 4 e 5 vezes por noite com grande dificuldade em urinar. Como a qualidade de vida estava a degradar-se mentalizei-me que teria de submeter-me à cirurgia para resolver o problema. A função sexual estava obviamente bastante afectada e essa era a minha grande preocupação com as consequências da cirurgia.
Eis que em boa hora, através de um programa de televisão, a minha mulher teve conhecimento da técnica que o Dr Martins Pisco estava a aplicar aos doentes de HBP e me falou em tentar esse tratamento. Após ler no site do HSL os vários depoimentos de homens satisfeitos com os resultados da embolização da prostata, não hesitei e marquei consulta para dai a poucos dias. Devo referir que desde o primeiro contato como HSL para marcação da 1ª consulta até à marcação do dia do tratamento o processo foi muito rápido.
Entrei no HSL no dia 24/11/2011 pelas 10 horas e saí às 18 horas sem qualquer dificuldade ou limitação física. Ainda no HSL as vezes que tive de urinar fazia-o já com uma facilidade que me deixou agradavelmente surpreendido nunca sentindo as dificuldades que tinha até então.
Não posso deixar de enaltecer a atenção que o Dr Martins Pisco nos dedica após o tratamento para avaliar como nos sentimos e se está tudo bem connosco.
Passado um mês e meio tudo melhorou substancialmente: O volume da prostata baixou de 97,2 gr para 67 gr e a consequência prática dessa redução é que passei a urinar apenas uma vez por noite com um intervalo de 5 a 6 horas. Também a função sexual melhorou substancialmente e hoje sinto-me outro homem confiante e voltei a ser feliz.
Por tudo isto sinto uma enorme gratidão pelo trabalho que o Dr Martins Pisco está a fazer com o desenvolvimento desta técnica elevando a qualidade de vida de muitos homens e faço os maiores votos para que ainda possa continuar por muitos anos a fazer homens felizes.
Bem haja.
M.J.F.N. – EAP 161
Devo acrescentar que estou muirto satisfeito com o tratamento a que me submeti – embolização das artérias prostáticas – devido a sofrer de hiperplasia benigna da próstata, pois os sintomas que apresentava anteriormente desapareceram resultando numa qualidade de vida muito satisfatória no que respeita à função urinária bem como ao desempenho em termos de sexualidade.
Parabéns caro Professor, os resultados obtidos até ao momento ultrapassaram em muito as minhas expectativas conforme resposta ao questionário dos 6 meses.
Espero poder continuar a manter este estado de saúde e certamente virei por este meio comunicar os resultados dos próximos exames.

Muito obrigado Senhor Professor.                                                                                                                                                                                                                                                                                                         A.J.F.P – EAP 188

 

Expresso o meu profundo agradecimento, ao Senhor Professor João Martins Pisco e aos seus colaboradores pelo tratamento a que fui submetido com êxito (EMBOLIZAÇÃO DA HIPERPLASIA BENIGNA DA PRÓSTATA).
Recebi de um amigo, um e-mail sobre o tratamento da próstata, investigação feita pelo Sr. Professor João M. Pisco, no Hospitalde Saint Louís no Bairro Alto. Em boa hora decidi marcar uma consulta com o Sr. Professor, fiz osexames prescritos, PSA, Ecografia prostática, Angiografia. No dia 23 deFevereiro, pelas 14H50 fui submetido ao tratamento desenvolvido pelo Sr.Professor, pelas 16H20 estava concluído o tratamento, no mesmo dia regressei a casa. A minha vida modificou-se para melhor, acabou o meu mal estar, as noites mal dormidas, duas ou três vezes por noite que me levantava para urinar, e ficar com a sensação da bexiga cheia. Uma aflição para chegar a casa, deixar tudo quanto trazia nas mãos para ir à casa de banho urinar uns pingos, conviver com uns amigos e frequentemente sair do convívio para ir à casa de banho, tudo isso é passado, agora, durmo toda a noite tranquilo, vou para casa não há correrias, estou com os amigos e não tenho mais necessidade para ir atoda a hora à casa de banho. Bem haja Senhor Professor João Martins Pisco.
Nós por cá, não damos valor a quem o tem, a nossa felicidade, o nosso bem estar, a nossa saúde, agradecemos aos jogadores da bola, aos políticos que andam mais interessados em resolver os seus problemas, do quere conhecerem quem se dedica e dá qualidade de vida a quem já a tinha perdido.
F.C.L.G. – EAP 214

Considero um grande privilegio tê-lo conhecido e mais ainda por ter cuidado da minha Hipertrofia prostática. Fico extremamente feliz pela leitura dos exames que lhe enviei. Isso mostra o quão acertada e eficiente é a técnica usada para tratar do problema de que eu padecia. Não obstante seja ainda uma prática experimental, os resultados positivos do meu caso foram atestados inclusive pelo meu urologista pessoal aqui do Brasil. Defato, o Dr. Cláudio Chagas quedou-se supreso e muito animado pelo melhoramento geral e progressivo do caso.

Mas, a constatação mais clara e contundente quem faz,diuturnamente, sou eu. A cada dia sinto melhoras. Posso dizer, sem nenhum constrangimento, que estou bem. Portanto, a partir da minha experiência posso confirmar que o procedimento de Embolização funciona e funciona bem.

E aproveito a oportunidade para lhe agradecer. O sr. é realmente um grande cientista e pesquisador, um benfeitor da humanidade, um homem “deAlma Grande”, referência que fazia Aristóteles às grandes personalidades.

Desejo muita paz e serenidade.
F.S. – EAP 223

 

Quero agradecer-lhe pela excelência do tratamento que me foi dispensado tanto pelo doutor quanto por toda a sua amada equipa.
Já tenho muitas melhoras na minha saúde após ser submetido ao tratamento da Embolização das Artérias Prostáticas no último dia 05 de Abril.
Que Deus abençoe a todos.
L.G.F. – EAP 241

O Professor está de parabéns por todo o empenho, dedicação e inovação no tratamento de problemas relacionados com a próstata, Bem Haja.
Muito obrigado.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            J.M.N. – EAP 261

 

Passados cerca de 2 meses após o “tratamento de embolização”, pensei levar ao conhecimento de V. Exª a minha percepção no tocante aos efeitos produzidos neste período de tempo.
Começo por recordar que realizei uma operação à próstata em 11/2004, que me permitiu sanar os problemas durante +/- 5 anos.
As queixas que comecei a ter, depois dessa altura, agravaram-se no início do corrente ano, pelo facto de aparecer sangue na urina, ora com menor ora com maior intensidade, mas com 2 situações de hemorragias muito graves que me levaram às urgêncis dos HUC (hematúria com coágolos) em que foi necessário colocarem-me uma sonda supra-pélvica. Esta situação tornou-se traumática porque, apesar do permanente descanso, os simtomas de possíveis hemorragias eram evidentes com uma periodicidade incomodativa.
A embolização eliminou, entre outros, esse problema, e, por conseguinte, representou para mim um virar de página na minha saúde e, consequentemente, na minha vida.
Comecei a ter uma actividade normal, retomei faculdades e, com isso, cresceu a minha confiança e auto-estima.
Presentemente faço esforços, adequados à minha idade, sem qualquer problema, mas que antes da embolização provocar-me-iam, inevitàvelmente, hemorragias.
Por tudo isto, sinto-me não só satisfeito, mas sobretudo previlegiado por ter beneficiado do estudo desenvolvido por V. Exª. esperando que o mesmo venha a ser reconhecido pelas entidades competentes, como um método de inestimável valor neste tipo de patologia.
Faço esta referência porque os Serviços Sociais da CGD acabam de me recusar a sua comparticipação nas despesas efectuadas, alegando: “por se tratar de uma técnica recente, em fase experimental, e ainda não contemplada nas orientações clínicas da Associação Urológica Europeia e Americana”. Ao que parece, por não serem conhecidos eventuais efeitos a médio/longo prazo.
É uma posição que me parece estranha, por vêr uma hipotética contra-indicação, que poderá nunca ocorrer, sobrepor-se aos benefícios reais e imediatos, testemunhados pela generalidade das pessoas intervencionadas.
Sr. Professor, termino com os meus mais respeitosos cumprimentos, e com uma imensa gratidão por tudo o que fez por mim.                                                                                                                                        A.C.P. – EAP 263

 

Expresso o meu profundo agradecimento, ao Senhor Professor João Martins Pisco e aos seus colaboradores pelo tratamento  a que fui submetido com êxito (EMBOLIZAÇÃO DA HIPERPLASIA BENIGNA DA PRÓSTATA).

Recebi de um amigo, um e-mail sobre o tratamento da próstata, investigação feita pelo Sr. Professor João Martins Pisco, no Hospital de Saint Louís no Bairro Alto.

Em boa hora decidi marcar uma consulta com o Sr. Professor, fiz os exames prescritos, PSA, Ecografia prostática, Angiografia. No dia 23 de Fevereiro, pelas 14H50 fui submetido ao tratamento desenvolvido pelo Sr. Professor, pelas 16H20 estava concluído o tratamento, no mesmo dia regressei a casa. A minha vida modificou-se radicalmente para melhor, acabou o meu mal estar, as noites mal dormidas, duas ou três vezes por noite que me levantava para urinar, e ficar com a sensação da bexiga  cheia. Uma  aflição para chegar a casa, deixar tudo quanto trazia nas mãos para ir à casa de banho. Conviver com uns amigos e frequentemente sair do convívio, agora, durmo toda a noite tranquilo, vou  para casa  não há correrias. Estou com os amigos  não tenho mais necessidade me retirar do convívio. Bem haja Senhor Professor João Martins Pisco.

Infelizmente neste país não damos valor a quem o tem, até parece que o nosso bem estar, saúde, conforto, devemos agradecer  a incompetentes, a políticos que em vez de apoiar quem dedica e dá qualidade de vida a quem já a tinha perdido, estão mais interessados em resolver os seus problemas.

Mais uma vez, agradeço ao Sr. Professor João Martins Pisco o cuidado, atenção, e o meu bem estar.                                                                                                                             F.G – EAP 214

 

QUERO MANIFESTAR MINHA SATISFAÇÃO COM O CARINHO E ATENÇÃO QUE RECEBI DO SR. E DE TODA A SUA COMPETENTE POR OCASIÃODO TÃO BEM SUCEDIDO TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO DAS ARTÉRIAS PROSTÁTICAS QUE ME SUBMETI NO DIA 05 DE MARÇO DE 2012.
DR MARTINS PISCO, NA VERDADE OS MÉDICO AQUI NO BRASIL SÓ ME DERAM UMA OPÇÃO: CIRURGIA PARA RETIRADA DA PRÓSTATA, AS CONSEQUÊNCIAS ERAM VERDADEIRAMENTE DESASTROSAS, CASTRADORAS E TRAUMÁTICAS, TANTO NO ASPECTO FÍSICO QUANTO PSICOLÓGICO. O DOUTOR E SUA EQUIPE BEM LEMBRAM DO MEU SEMBLANTE DE TRISTEZA QUANDO FUI CONSULTAR CONSIGO AÍ NO HOSPITAL SANT LOUIS.
DESTACO QUE TOMEI CONHECIMENTO DO TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO ATRAVÉS DE UM TAXISTA QUE ME CONDUZIU DO AEROPORTO DE LISBOA ATÉ O HOTEL, GRAÇAS A DEUS. A PARTIR DO TRATAMENTO MEU SEMBLANTE DE TRISTEZA TRANSFORMOU-SE EM SEMBLANTE DE ALEGRIA, MESMO JÁ APÓS A CONSULTA. CHEGUEI AÍ ABATIDO, DESANIMADO, NÃO CONSEGUIA ESPERAR ALGUM TEMPO QUANDO SENTIA VONTADE DE URINAR, TINHA QUE IR RAPIDAMENTE AO BANHEIRO, URINAVA FREQUENTEMENTE, LEVANTA-ME ATÉ TRES A QUATRO VEZES POR NOITE PARA IR AO BANHEIRO URINAR, URINAVA DUAS A TRES VEZES EM SEGUIDA AO LEVANTAR PELA MANHÃ. E AS VEZES AINDA FICAVA COM SENSAÇÃO DE BEXIGA CHEIA, ENFIM, AGORA JÁ NEM ME RECORDO DE MUITOS SINTOMAS, POIS DESAPARECERAM QUASE TODOS, GRAÇAS A DEUS,
APÓS O TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO NÃO SINTO, PRATICAMENTE MAIS NADA DISSO. APÓS 6 MESES, MEU PSA QUE ESTAVA EM 6,51 BAIXOU PARA 1,8, DURMO A NOITE INTEIRA E AS VEZES NEM ME ACORDO PARA URINAR PORQUE NÃO SINTO VONTADE, URINO UMA VECIA E ESTE AMORZ SÓ E SINTO MINHA BEXIGA ESVAZIADA, UMA SENSAÇÃO DE ALÍVIO NO APARELHO URINÁRIO É NOTÓRIA.
pOR ISSO CARO DR MARTINS PISCO, FALTAR-ME-IAM PALAVRAS PARA EXPRESSAR TODA MINHA ALEGRIA E TAMBÉM ALEGRIA DA MINHA FAMILIA POR ME SENTIR CURADO.
AGRADEÇO A DEUS EM PRIMEIRO LUGAR  POR TER PREPARADO O DOUTOR JOÃO MARTINS PISCO E TODA A SUA EQUIPE DE MÉDICOS, ENFERMEIROS(AS), RECEPCIONISTAS, COZINHEIRAS, E GRUPO ADMINISTRATIVO, COM TODA ESTA GRANDE COMPETÊNCIA E ESTE AMOR PARA MELHORAR A MINHA VIDA E ME LIVRAR DA MORTE QUE SE AVIZINHAVA.

QUERO MANIFESTAR MINHA SATISFAÇÃO COM O CARINHO E ATENÇÃO QUE RECEBI DO SR. E DE TODA A SUA COMPETENTE POR OCASIÃODO TÃO BEM SUCEDIDO TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO DAS ARTÉRIAS PROSTÁTICAS QUE ME SUBMETI NO DIA 05 DE MARÇO DE 2012.
DR MARTINS PISCO, NA VERDADE OS MÉDICO AQUI NO BRASIL SÓ ME DERAM UMA OPÇÃO: CIRURGIA PARA RETIRADA DA PRÓSTATA, AS CONSEQUÊNCIAS ERAM VERDADEIRAMENTE DESASTROSAS, CASTRADORAS E TRAUMÁTICAS, TANTO NO ASPECTO FÍSICO QUANTO PSICOLÓGICO. O DOUTOR E SUA EQUIPE BEM LEMBRAM DO MEU SEMBLANTE DE TRISTEZA QUANDO FUI CONSULTAR CONSIGO AÍ NO HOSPITAL SANT LOUIS.
DESTACO QUE TOMEI CONHECIMENTO DO TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO ATRAVÉS DE UM TAXISTA QUE ME CONDUZIU DO AEROPORTO DE LISBOA ATÉ O HOTEL, GRAÇAS A DEUS. A PARTIR DO TRATAMENTO MEU SEMBLANTE DE TRISTEZA TRANSFORMOU-SE EM SEMBLANTE DE ALEGRIA, MESMO JÁ APÓS A CONSULTA. CHEGUEI AÍ ABATIDO, DESANIMADO, NÃO CONSEGUIA ESPERAR ALGUM TEMPO QUANDO SENTIA VONTADE DE URINAR, TINHA QUE IR RAPIDAMENTE AO BANHEIRO, URINAVA FREQUENTEMENTE, LEVANTA-ME ATÉ TRES A QUATRO VEZES POR NOITE PARA IR AO BANHEIRO URINAR, URINAVA DUAS A TRES VEZES EM SEGUIDA AO LEVANTAR PELA MANHÃ. E AS VEZES AINDA FICAVA COM SENSAÇÃO DE BEXIGA CHEIA, ENFIM, AGORA JÁ NEM ME RECORDO DE MUITOS SINTOMAS, POIS DESAPARECERAM QUASE TODOS, GRAÇAS A DEUS,
APÓS O TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO NÃO SINTO, PRATICAMENTE MAIS NADA DISSO. APÓS 6 MESES, MEU PSA QUE ESTAVA EM 6,51 BAIXOU PARA 1,8, DURMO A NOITE INTEIRA E AS VEZES NEM ME ACORDO PARA URINAR PORQUE NÃO SINTO VONTADE, URINO UMA VECIA E ESTE AMORZ SÓ E SINTO MINHA BEXIGA ESVAZIADA, UMA SENSAÇÃO DE ALÍVIO NO APARELHO URINÁRIO É NOTÓRIA.
pOR ISSO CARO DR MARTINS PISCO, FALTAR-ME-IAM PALAVRAS PARA EXPRESSAR TODA MINHA ALEGRIA E TAMBÉM ALEGRIA DA MINHA FAMILIA POR ME SENTIR CURADO.
AGRADEÇO A DEUS EM PRIMEIRO LUGAR  POR TER PREPARADO O DOUTOR JOÃO MARTINS PISCO E TODA A SUA EQUIPE DE MÉDICOS, ENFERMEIROS(AS), RECEPCIONISTAS, COZINHEIRAS, E GRUPO ADMINISTRATIVO, COM TODA ESTA GRANDE COMPETÊNCIA E ESTE AMOR PARA MELHORAR A MINHA VIDA E ME LIVRAR DA MORTE QUE SE AVIZINHAVA.

QUERO MANIFESTAR MINHA SATISFAÇÃO COM O CARINHO E ATENÇÃO QUE RECEBI DO SR. E DE TODA A SUA COMPETENTE POR OCASIÃODO TÃO BEM SUCEDIDO TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO DAS ARTÉRIAS PROSTÁTICAS QUE ME SUBMETI NO DIA 05 DE MARÇO DE 2012.
DR MARTINS PISCO, NA VERDADE OS MÉDICO AQUI NO BRASIL SÓ ME DERAM UMA OPÇÃO: CIRURGIA PARA RETIRADA DA PRÓSTATA, AS CONSEQUÊNCIAS ERAM VERDADEIRAMENTE DESASTROSAS, CASTRADORAS E TRAUMÁTICAS, TANTO NO ASPECTO FÍSICO QUANTO PSICOLÓGICO. O DOUTOR E SUA EQUIPE BEM LEMBRAM DO MEU SEMBLANTE DE TRISTEZA QUANDO FUI CONSULTAR CONSIGO AÍ NO HOSPITAL SANT LOUIS.
DESTACO QUE TOMEI CONHECIMENTO DO TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO ATRAVÉS DE UM TAXISTA QUE ME CONDUZIU DO AEROPORTO DE LISBOA ATÉ O HOTEL, GRAÇAS A DEUS. A PARTIR DO TRATAMENTO MEU SEMBLANTE DE TRISTEZA TRANSFORMOU-SE EM SEMBLANTE DE ALEGRIA, MESMO JÁ APÓS A CONSULTA. CHEGUEI AÍ ABATIDO, DESANIMADO, NÃO CONSEGUIA ESPERAR ALGUM TEMPO QUANDO SENTIA VONTADE DE URINAR, TINHA QUE IR RAPIDAMENTE AO BANHEIRO, URINAVA FREQUENTEMENTE, LEVANTA-ME ATÉ TRES A QUATRO VEZES POR NOITE PARA IR AO BANHEIRO URINAR, URINAVA DUAS A TRES VEZES EM SEGUIDA AO LEVANTAR PELA MANHÃ. E AS VEZES AINDA FICAVA COM SENSAÇÃO DE BEXIGA CHEIA, ENFIM, AGORA JÁ NEM ME RECORDO DE MUITOS SINTOMAS, POIS DESAPARECERAM QUASE TODOS, GRAÇAS A DEUS,
APÓS O TRATAMENTO DE EMBOLIZAÇÃO NÃO SINTO, PRATICAMENTE MAIS NADA DISSO. APÓS 6 MESES, MEU PSA QUE ESTAVA EM 6,51 BAIXOU PARA 1,8, DURMO A NOITE INTEIRA E AS VEZES NEM ME ACORDO PARA URINAR PORQUE NÃO SINTO VONTADE, URINO UMA VECIA E ESTE AMORZ SÓ E SINTO MINHA BEXIGA ESVAZIADA, UMA SENSAÇÃO DE ALÍVIO NO APARELHO URINÁRIO É NOTÓRIA.
pOR ISSO CARO DR MARTINS PISCO, FALTAR-ME-IAM PALAVRAS PARA EXPRESSAR TODA MINHA ALEGRIA E TAMBÉM ALEGRIA DA MINHA FAMILIA POR ME SENTIR CURADO.
AGRADEÇO A DEUS EM PRIMEIRO LUGAR  POR TER PREPARADO O DOUTOR JOÃO MARTINS PISCO E TODA A SUA EQUIPE DE MÉDICOS, ENFERMEIROS(AS), RECEPCIONISTAS, COZINHEIRAS, E GRUPO ADMINISTRATIVO, COM TODA ESTA GRANDE COMPETÊNCIA E ESTE AMOR PARA MELHORAR A MINHA VIDA E ME LIVRAR DA MORTE QUE SE AVIZINHAVA.  L.G.F -EAP 241

 

Tenho 72 anos e desde há muito tempo (há cerca de 10 anos) que sofro de hiperplasia benigna da próstata. Os sintomas resumiam-se a micções mais frequentes que o normal, que ultimamente chegavam a 3-4 vezes por noite. Nunca houve sinais de sangue na urina, nem ardor na uretra durante as micções. A próstata era muito grande e chegou, em Abril de 2012, a um volume de 153 cm3. A análise PSA Total mostrava, também em Abril de 2012, um valor aproximado de 10 ng/ml depois de ter atingido um valor máximo, anteriormente, de 12 ng/ml. Durante este longo período, sempre evitei a prostatectomia, que sempre foi aconselhada pelo urologista que me acompanhava, e mesmo a biopsia, na minha convicção de que “mexer” no órgão poderia desencadear um processo degenerativo. A situação em que me encontrava (com micções frequentes e as urgências em urinar) estava tornar-se quase insuportável, afetando, consequentemente, a minha vida sexual. Após alguma pesquisa levada a cabo pela minha nora e algum empenho do meu filho mais velho que se deslocou comigo, estando eu algo cético ao Hospital de Saint Louis, surgiu a oportunidade de ser intervencionado pelo Prof. Doutor João Martins Pisco, que utilizava o método da Embolização das Artérias Prostáticas, processo que me agradava pelo facto de não provocar ferimento do órgão, nem dos tecidos adjacentes, bem como ser um método de recuperação rápida do paciente, por ser pouco invasivo. A intervenção realizou-se no Hospital St. Louis, em Lisboa, em 19/04/2012, tendo regressado a casa, no mesmo dia. Tive algumas dores nos primeiros três dias, aliviadas pela medicação prescrita e gelo, no local intervencionado. Para mim, foi mais fácil do que se tivesse ido ao dentista extrair um dente do siso. Depois do repouso no fim de semana, continuei a fazer a minha vida normal, tendo ainda experimentado, à revelia dos conselhos médicos a minha nova performance sexual, decorrente do meu novo bem-estar físico e psíquico. Ao fim dos primeiros 90 dias, a ecografia mostrava um volume prostático de cerca de 62 cm3 (uma diminuição de cerca de 40,52%) e a análise PSA um valor de 2,0 ng/ml (uma diminuição de cerca de 8 pontos). As frequências urinárias voltaram ao normal, com a sensação de viver como se nunca tivesse padecido desta doença, voltando a dormir, como se tivesse vinte anos. Atualmente, vivo como se nunca tivesse algum dia sofrido de hiperplasia benigna da próstata e só me sinto assim, graças aos esforços do Sr. Dr. Martins Pisco e à sua competente equipa, pela visão que um dia teve, tendo ultrapassado as críticas dos “velhos dos restelo”, na descoberta de um tratamento revolucionário, quiçá merecedor de prémio nobel, não sendo em nada ensombrado pelo feito notável do nobel português Egas Moniz, reconhecido mundialmente.

Muito obrigado!!!!!!!                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                   A.J.B.M – EAP 255

 

Sem dúvidas que o processo de embolização no tratamento da prostata resulta conforme os resultados vistos.

Tinha a prostata a 191gr e neste momento está em 84gr.

Muito Obrigado por tudo.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        M.R.A. – 284

 

Sem duvidas que o processo de embolização no tratamento da prostata resulta conforme os resultados junto.

Tinha a prostata a 191g e neste momentos está em 84.

Muito obridaga por tudo .                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            M.R. EAP 289

 

Tenho 65 anos e encontrava-me na situação incómoda que a H.B.P.provoca,de ter que andar sempre à procura de uma casa de banho para urinar.

Após várias opiniões médicas,consultei o Prof. João Pisco.

Depois de algum tempo de troca de impressões sobre o meu caso,mandou-me realizar alguns exames.

Da análise que o Sr. Professor fez aos exames,entendeu que me encontrava em condições de ser submetido ao tratamento.

Depois de pensar e meditar sobre o problema,decidi submeter-me ao tratamento por Embolização das Artérias Prostáticas,

o que veio a acontecer no dia 13/9/2012.

De imediato e por aconselhamento do médico,deixei os comprimidos(UroRec) e passados 3 ou 4 dias estava a fazer a minha vida normal,isto é ,com melhorias significativas do meu problema a todos os níveis incluindo melhorias da actividade sexual.Passados 6 meses o meu P.S.A. baixou para niveis normais e a dimensão da prostata reduziu 1/3.

Estou muito agradecido  ao Senhor Prof.Doutor João Martins Pisco e a toda a sua Equipa.

Sendo um problema que afecta a maioria dos homens a partir dos 60 anos e às vezes menos,e sendo um tratamento tão simples para o doente,embora delicado e trabalhoso para o Médico,urge ser ser reconhecido e integrado no S.N.Saúde.

Por entender que, graças a este método utilizado pelo Sr,Prof.J.Pisco melhorei consideravelmente a minha qualidade de vida,aqui deixo o meu testemunho e o meu Muito Obrigado V.J.P.S EAP 301

 

Sou o paciente nr. 317 a ser intervencionado com hiperplasia benigna da próstata e tratado por embolização das artérias da próstata no dia 11-10-2012. Tenho 65 anos e sou diabético tipo II, há 4 anos. Após exames preliminares obrigatórios e face aos resultados apresentados, o Prof. Pisco alertou-me para o facto de não poder garantir o sucesso do resultado da embolização. Assim sendo, e a fazer a intervenção, a responsabilidade seria minha.

Antes da embolização: O meu bem-estar era afectado pela hiperplasia benigna da próstata. Os valores do PSA começaram a subir a partir de 2009 (4,92). Fiz biopsias em 2010 (6,32 e 7,92), 2011 (6,32) e 2012 (8,48). Acordava para urinar no mínimo 2 vezes e quase sempre 3. Durante o dia, o intervalo entre micções raramente chegava aos 60 minutos. Estava constantemente a urinar e sempre com a sensação de não esvaziar a bexiga por completo. Qualquer passeio a realizar era sempre uma preocupação. Onde ficava uma casa de banho! Quanto tempo demoraria o passeio, etc. etc.! Pratico desporto, ginásio e natação. As mesmas questões também aqui se reflectiam. As relações sexuais eram medíocres. Tinha dores fortes na ejaculação e muito mais complicado era urinar após as relações. Além de muito demorar a urinar era sempre acompanhado por dores.

Durante a embolização: A intervenção durou cerca de 3 horas. Foi mais complicada do que se estava à espera. É praticamente indolor, o que se sente mais é a picada da anestesia. Tive que urinar para um urinol umas 3 ou 4 vezes durante a intervenção. Mexeu psiquicamente comigo, pela posição e por estar tão exposto.

Após embolização: Saí do Hospital às 16h pelo meu pé e vim para casa de táxi, pois não convinha de todo esforçar. Permaneci quase sempre deitado, excepto quando fui jantar. Para não fazer hematoma na entrada da artéria femoral perto da virilha onde introduziram o cateter. A impressão desagradável (alguma vontade de urinar…) durou até às 22h (cerca de 6 horas depois da alta). Foi aliviando rapidamente e às 23h esse sintoma tinha desaparecido. No dia seguinte retomei a minha vida normal e evitei estar sentado ou deitado. Desloquei-me sempre a pé. Só ao fim de 5 horas tive vontade de urinar. Fantástico! Dois dias depois reparo que ao urinar o fluxo está claramente mais forte. Os exames feitos 10 dias depois já mostram que o volume da próstata tinha diminuído. Iniciei também as minhas actividades desportivas: ginásio e natação. O hematoma e um pequeno alto que surgiu na virilha, por onde entrou o cateter, desapareceram pouco antes de perfazer 1 mês. Os exames após 30 dias (ecografia prostática por via rectal, a fluxometria e o PSA), mostram que o volume da próstata tinha passado dos iniciais 60cc para 51cc, que o fluxo urinário era francamente mais forte e que o PSA tinha baixado dos (8,48) iniciais para (2,46). As relações sexuais melhoraram e desapareceu por completo a dor durante a ejaculação assim como a dificuldade em urinar, que passou a ser imediata e sem dor. Os exames que agora acabei de realizar dia 15/1/2013, 90 dias após, mostraram que o volume da próstata tinha agora 50cc, que o fluxo urinário se mantinha forte e com muito pouco resíduo pós miccional e que o PSA descera para (1,82).

A manterem-se estes resultados, que são a nível global, superando em muito o que estava à espera – e ainda por cima sem garantias de sucesso – mais satisfeito não poderia estar!

Os meus agradecimentos a toda a equipa que participa e colabora neste método inovador. Desde já colaborarei no que me for possível para a divulgação deste método não invasivo, com resultados comprovados. E, também, para que se acabe com as ideias depreciativas e erróneas acerca do mesmo, bem como dos respectivos interesses associados…                                                                                 J.R.M EAP 317

 

Passados então já mais de três meses estou satisfeito com a decisão que tomei de ser submetido à embolização prostática. Nos primeiros dias após a intervenção sofri mais dores do que aquilo que estava a contar e apanhei um susto enorme com o disparar do valor do PSA visto este ser um dos indicadores de situações possivelmente cancerígenas.

Os sintomas que apresento hoje, sem tomar qualquer tipo de medicação para o efeito, são menores quando comparados com aqueles que tinha na pré-embolização prostática:

  • O exame de fluxo urinário mostra um jacto mais forte;
  • O PSA reduziu 40% tendo passado para 2.32 ng/mL;
  • A ecografia prostática mostra uma prostata de menor dimensão que há três meses atrás;
  • Em média tenho agora necessidade de urinar uma vez por noite, eventualmente duas vezes quando bebo muitos líquidos.

Embora tendo ocorrido uma redução do volume da prostata eu estava à espera que a redução do volume da próstata tivesse sido mais acentuada. Todavia, penso que tenho neste momento melhor qualidade de vida quando comparada com a situação que vivia antes de ter sido submetido à embolização prostática.

Tenho ainda que referir que fiquei bastante satisfeito com o profissionalismo e simpatia que o Sr. Dr. Pisco e a sua equipa sempre demonstraram antes e depois do tratamento que me efectuaram     J.P.B. – EAP 354

 

It was now been over 6 months since my procedure and I feel great. My BPH symptoms are greatly reduced altought not eliminated. I urinate much less frequentely and without any urgency. Thank yoy very much and I tell anybody who will lisen to me about you.                                                                                                                                                                                                                                                         D.N. EAP – 324

 

Tendo problemas a nível da próstata, (HBP) moderada, à alguns anos, ,e por isso de tomar medicação diária, efetuando periodicamente exames de PSA, Fluxometria e ecografia. Com o passar dos anos o PSA tem tendências a aumentar, o que foi o meu caso.

Num almoço de confraternização de antigos militares, tive conhecimento através de um camarada militar, existir uma técnica inovadora no tratamento da (HBP) efetuada  pelo Prof.Dr. João Martins Pisco no hospital St.Louis, consistindo esta na “Embolização  Hiperplasia Benigna da Próstata”. Depois de me informar da nova técnica, marquei consulta com o Prof. Dr. João Martins Pisco. Efetuei  exames complementares a fim de verificar o grau da (HBP). O Prof.Dr. foi da opinião de que eventualmente se poderia efetuar a operação, tendo em conta melhorar a qualidade de vida, e minimizar os efeitos causados pela (HBP).

Fui operado  em Dezembro do ano 2012, tendo efetuado os seguintes exames ao longo de um ano para posterior controlo:

– Ao 4º dia efetuei exames resultado OK

– Ao 1º mês efetuei exames resultado OK

– Ao 3º mês efetuei exames resultado OK

– Ao 6º mês efetuei exames resultado OK

– Ao fim de um ano de ter efetuado a operação resultados OK PSA baixo;   Fluxometria  OK ecografia prostática OK.

– Conclusão: Deixei de tomar medicação, deixei de ter sintomas, e não tenho problemas na atividade sexual.

Agradeço ao Prof.Dr:João Martins Pisco e sua equipa os resultados obtidos até agora,tendo ficado muito satisfeito com as melhoras de minha qualidade de vida.

A.M.M. – EAP 371

Quando tomei conhecimento pela internet, do tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata (H.B.P.) por embolização das artérias prostáticas, como alternativa à Prostatectomia, fez-me ganhar um novo ânimo. A probabilidade de haver sequelas derivadas deste processo, tais como, a perda de potência, ejaculação retrógrada e incontinência era quase nula.

A embolização aplicada à HBP, infelizmente tão pouco falada no nosso país, já tinha engrandecido o nosso nome no estrangeiro, chegando a vir muitos médicos de fora aprender esta técnica com a equipa chefiada pelo Professor Martins Pisco.

Contactei o Professor Martins Pisco, que me marcou uma consulta, pedindo-me para lhe levar os elementos auxiliares de diagnóstico. Na consulta, avaliou o meu historial juntamente com os elementos que me tinha pedido, e disse-me que preenchia as condições para o sucesso do tratamento.

A 17 de Janeiro de 2013 foi efetuada a embolização de ambas as artérias prostáticas.

Cumprindo com todo programa de avaliações pós tratamento, os sintomas têm vindo a melhorar. O peso da próstata passou de 100 grs (antes da embolização) para 79 grs e o PSA está nos 1,49 (resultados do 3º mês).

Houve de facto uma melhoria da qualidade de vida, sem as consequências que eu temia. Desejo, no entanto, que os resultados continuem a progredir em próximas avaliações com repercussão nos sintomas.

Ao Professor Martins Pisco e sua equipa agradeço, desejando que o seu trabalho continue a contribuir para a saúde dos pacientes e o bom nome de Portugal.                                                                        L.A.L.C.C. – EAP 376

 

Há cerca de 6 (seis) anos comecei a sentir os primeiros sintomas
sugestivos de HBP que eram apena diurnos: polaquiúria, por vezes infecções unnanas com disúria,diminição do jacto urinário,etc.; PSA 2,8-3,4.Ecografia prostática normal com volume de cerca de 56 grs.Não apresentava noctúria e a
actividade sexual era normal e frequente.

Nos últimos 2 (dois) anos os sintomas agravaram-se muitíssimo,
comecei a apresentar noctúria severa ( levantava-me em média 4-5 vezes por noite,
quase não conseguia urinar e as perturbações do sono eram acentuadas), comecei a
usar alfa-bloquentes (vários) sem grande resultado, tive algumas situações de
prostatite com subidas do valor do PSA que depois regrediam com tratamentos
longos com quinolonas.Fiz biópsia prostática que apenas revelou abundantes
linfócitos e ausencia de células neoplásicas.

No final do ano passado a degradação da minha qualidade de vida
pessoal e profissinal era bastante grande,havia diminuição acentuada da líbido e da
frequência e qualidade das relações sexuais, o tamanho da próstata andava pelos 78-
90 grs conforme os processos de avaliação. Senti, por esta altura,que se impunha
submeter-me a um tratamento cirúrgico que invertesse esta evolução clínica
desfavorável e que deveria estar próximo de uma retenção urinária.

Foi por esta altura que contactei o Prof. Martins Pisco no H. de
S.Louis e me submeti a uma terapêutica inovadora de Embolização Selectiva das
Artérias Prostáticas que foi efectuada no dia 24 de Janeiro do ano corrente.Tive alta
no dia seguinte e, na viagem para o Porto, tive dores (moedeira) perineais algo
incomodativas;tomei Naproxeno segundo o protocolo e tudo acalmou.

Passadas 2-3 semanas após a embolização, comecei a sentir
melhorias acentuadas no débito urinário, suspendi total e definitivamente os
alfabloqueantes,apenas me levantava 1 (uma ) vez por noite e durante o dia as
micções eram muito mais espaçadas. Constatava que as melhorias urinárias se
verificavam de semana para semana.

Actualmente não tenho sintomas de HBP durante o dia com jacto urinário normal e micções pouco frequentes, consigo dormir 7-8 horas seguidas durante a noite. A libido, a actividade sexual e o estado de ânimo melhoraram bastente tendo regressado aos padrões pré-sintomatologia HBP.

Por  tudo o acima exposto, considero esta abordagem terapêutica altamente eficaz e o futuro no tratamento desta patologia.                                                                                                Dr. J.M.N.S.F – EAP nº 381

 

Antes de ter conhecimento do tratamento vivia angustiado e com uma qualidade de vida insuportável, dadas as inúmeras micções que realizava ao longo do dia.Sofria de HBP ; com uma próstata de 96 cc e um PSA de 6,25 ng/ml, e isto com 56 anos. Por vontade do meu urologista, já teria realizado biopsia e cirurgia à mais de 2 anos. Algo que eu sempre fui protelando. A minha intuição dizia-me que não o fizesse. Parece que estava predestinado ao encontro. Encontro com a salvação. E a salvação esteve neste tratamento. Tratamento este, pioneiro, orientado e executado em Portugal pelo Prof. João Martins Pisco, coadjuvado na sua belíssima equipa constituída pelo Prof. Tiago Bilhim e DrªLúcia Fernandes. No dia seguinte ao tratamento fiz uma análise PSA : 129 ng/ml. 4 dias depois volto a fazer outra : 71 ng/ml. Um mês depois volto a fazer nova análise PSA : 2,03 ng/ml ( é verdade, não é engano ) e nova ecopróstatica : 70 cc. Voltei a ter qualidade de vida. Voltei a sentir-me bem comigo próprio. Não há muito  mais que possa dizer, a não ser, o quanto me sinto grato ao Prof. João Martins Pisco, Prof. Tiago Bilhim e Drª Lúcia Fernandes. Vou querer tê-los sempre para me ouvirem, aconselharem e orientarem nesta minha situação concreta.                                                                                                                                                                                                                                                              J.D.T. – EAP 406

Boa noite Professor Dr. Martins Pisco

Passado um ano (fez em Maio 2014) que fiz o tratamento EMBOLIZAÇÃO PROSTATA, Venho desta forma agradecer-lhe a ajuda que me deu a debelar o natural crescimento da PROSTATA que já ia em valores acima do máximo (menos de 4.000) e em análises que fiz em 28 de Março 2014 tenho 0,748 ng/ml.
A minha experiencia até hoje diz-me que é um método excelente de tratamento pois acabou com as limitações que começava a ter e com a falta de qualidade de vida que me perturbava imenso.
Agradeço-lhe desejo a si e à sua excelente equipa a continuação dos maiores sucessos que pelo que sei já ultrapassaram fronteiras.
Um Abraço
 A.F.P.A  – EAP 437

Senhor Prof.
quero agradecer pela atencao e pelo tratamento a que fui submetido na minha recente
recente visita  vizita a Portugal .
e com imensa satisfacao que escrevo esta mensagem , para para imforma-lo
de que me sinto como um novo Homem ,  passei os ultimos dez anos a camiho de urologistas
e outros medicos , a resposta era sempre a mesma! (tem que ser operado)  fui  adiando a decisao
pois algums meus amigos que foram submetidos a esse tipo de intervencao nao tiveram os melhores
resultados , simto-me satisfeito por ter tomado a decisao de contactar com o Senhor Professor
e ter sido aceite para fazer este tipo de tratamento  a prostata  que foi um sucseso  .
nada me incomoda durmo as noites descansado sem ter que andar a corer para a casa de banho
a noite inteira .  fui tratado no dia de Santo Antonio, este fica na minha memoria como um dia Santo
diferente de todos os outros .
os meus agradecimentos ,  irei vizita-lo na minha proxima vizita a Portugal
cumprimentos

A.M.A – EAP 450

 

BOA TARDE PROFESSOR  .CUMPRIMENTOS. APÓS PROCEDIMENTO Á H.B.P. POSSO CONSIDERAR QUE COMIGO FOI UM SUCESSO !,SEM MEDICAÇÃO NÃO TENHO QUEIXAS URINÁRIAS OU SEXUAIS . ( DE RELEVÂNCIA DIMINUIÇÃO DO VOLUME PROSTÁTICO DE 56 PARA 40CC E RESÍDUO PÓS MICCIONAL  DE CERCA DE 200CC  PARA 12CC NO 1 MÊS PÓS INTERVENÇÃO.                                                                                                                                                                          J.B. – EAP 453

 

Bom dia, Drº Pisco.

Agradeço a sua resposta.
Sinto que ele melhorou muito mesmo, devemos isso ao senhor e não esqueceremos, tenho falado de seu trabalho em Portugal e ficamos muito felizes quando o drº nos propôs a possibilidade der um novo tratamento sem custos, esta atitude foi muito humana e demonstrou a sua verdadeira natureza.
F.C.C – EAP 473

 

Deixei no Sábado de tomar os medicamentos receitados pelo Urologista. Continuo a tomar os que me receitou, conforme indicações.

Sinto que esvazio a bexiga em cada micção, sensação que anteriormente não tinha. O jato ainda é fraco, mas melhor,  e sobretudo noto que consigo estar o tempo todo necessário a urinar, de cada vez que o faço, conseguindo sempre ficar com a sensação de esvaziar a bexiga, o que antes não acontecia.

Ontem e hoje ainda acordei 2 vezes durante a noite para ir urinar. Sinto-me melhor, coma expectativa que o jato melhore ainda mais.                                                                                                                        B.G – EAP  506

 

Saludos a todo el equipo de Intervencion del Hospital St. Louis.

Muchas gracias por este curso. Felicito a todos ustedes por su calidad medica y humana.

Con ustedes uno no solamente aprende a realizar Embolisacion prostatica….. Tambien se aprende que para ser buen mêdico no se requiere mas que amor y dedicacion a lo que se hace.

La tecnologia ayuda, pero mas ayuda tener un equipo como el que ustedes forman.

R.L.B. – Radiologista de Intervenção mexicano, a trabalha no Hospital Inselspital Bern (Suiza) e frequentou os nossos cursos.

 

Tenho 48 anos e tinha uma prostata de 38 cc, com queixas de obstrução na micção, comprovada por diversos exames de urofluxometria.

Ao fim de 1 ano de tratamento com medicamentos “alfabloqueantes”(com os quais nunca me dei bem verdadeiramente), foi aconselhado por um Urologista Diretor de Serviço de um conhecido Hospital de Lisboa, a ser operado. O único risco que me disseram que a operação teria era o de “ejaculação retrógada”.

Posteriormente, consultei outro Urologista, também ele Diretor de Serviço de um outro hospital prestigiado do país, que me recomendou mudança de medicamento, adiando a operação, com a justificação que o “golden standard ” em termos de intervenção ocasiona “ejaculação retrógada”, o que, na perspectiva desse especialista, cria, no bem-estar sexual do homem, alguns danos a nível emocional.

Tive a benção de, através de pesquisas, me deparar com o trabalho pioneiro desenvolvido em Portugal, por um Médico Português, o Exmo Senhor Prof Dr João Martins Pisco, com quem de imediato me correspondi e, desde logo, me respondeu a todas as minhas dúvidas e ansiedades sobre as três opções que eu tinha: a continuação com o tratamento com a medicação; a operação cirúrgica convencional ou o tratamento pela embolização.

O facto é que os efeitos secundários da medicação são, em situação de toma prolongada, bem mais consideráveis do que aqueles que me foram comunicados pelos referidos especialistas. Isto apesar de as bulas serem bem explícitas! Mas o facto é que todos os especialistas (dos mais conceituados do país) minimizaram os efeitos diversos desses medicamentos, nomeadamente no que se refere à actividade sexual. Por outro lado, os sintomas melhoraram, no início da medicação, mas a tendência da obstrução  ao longo do tempo acentuava-se.

Por outro lado, nenhum dos referidos especialistas comentou de facto os riscos envolvidos na operação convencional, a qual é apresentada como uma técnica quase sem risco. O que, depois de várias pesquisas, também concluí que não é verdade.

Após os exames preliminares, foi-me proposto pelo Sr. Professor Dr João martins Pisco que fizesse a intervenção, substituindo a anestesia local por anestesia por acupunctura. Nunca na vida tinha feito acupunctura, mas não hesitei em aceitar.

A anestesia foi assim conduzia pelo Senhor Dr Tsuchya, e sua equipa, o qual não só garantiu que durante todo o tempo da intervenção eu não tenha sentido mais que uma impressão semelhante a um pequeno beliscão, como, além disso, em duas sessões, antes da embolização, ainda me conseguiu tirar uma dor na coluna que eu andava há três meses a tentar tratar com anti-inflamatórios e outra medicação.

No que se refere aos sintomas de obstrução, a evolução durante todo o primeiro mês, depois de abandonada toda a medicação, foi verdadeiramente extraordinária. Passada uma semana, era notória a sensação de esvaziar por completo a bexiga em cada micção, o que não me acontecia há muito tempo. Por outro lado, o jacto urinário fortaleceu e o tempo de micção prolongou-se de dia para dia.

Ao fim de um mês, realizei as ecografias e exames solicitados e, não só a próstata diminui para 33 cc, como foi comprovado, pela urofluxometria que não havia a obstrução anterior.

Os sintomas continuam a melhorar, sobretudo ao nível da frequência noturna que tem vindo a diminuir.

Ao Sr Professor Dr João Pisco, e a toda a sua equipa, um enorme OBRIGADO. Espero que este País um dia lhe saiba dar o seu devido reconhecimento.

B.A.S. EAP 506

 

Acho que a embolização correu da melhor forma, já não tenho aquela pressão de ir de hora a hora à casa de banho e o jacto urinário esta muito melhor, quando fiz o exame da fluxometria em que os resultados foram espantosos como se pode ver pelo gráfico.

J.B. EAP505

Os meus mais respeitosos cumprimentos   para o prof.o meu nome é luis mendes e estou a escrever estas linhas na noite   de 7 de novembro de 2013 dia em que passados 15 dias de me ter sido feita a   embolizaçao á artéria prostática tirei a algália e comecei a urinar   normalmente coisa que nao fazia ia para 4 meses.fui o doente nº 522 do prof.a   fazer a embolizaçao.estava á espera através de um hospital publico da margem   sul de uma consulta em que me seria ou nao marcada a cirurgia   tradicional.acontece que através de um amigo travei conhecimento com o prof.   pisco.dai até á intervençao foi um ápice e em tres semanas foi-me resolvido   um problema que me estava a prejudicar quer fisica quer   psicologicamente.gostaria de deixar aqui uma palavra de profundo   agradecimento ao prof. e a toda a sua equipa sem excepçoes .queria aqui dizer   que nao vou parar de publicitar este grande trabalho de uma pessoa que este   pais tarda em reconhecer.porque será?quando fiz a embolizaçao estavam uma   série de médicos estrangeiros a assistir.deixo aqui o meu testemunho e da   minha parte nao irei parar no propósito de ajudar o prof.a ultrapassar o   ceticismo(será só isso?)da ordem dos médicos.obg prof.e espere mais palavras   de mim noutras plataformas.um abraço.

L.M. EAP 522

K.K – EAP 545 ( By J.B. Urologist) – Thank you for referring this 70 year old patient.   In November 2013 he had an embolization of his prostatic arteries for BPH as part of a clinical study in Portugal.    He stopped his previous medication with Avodart and Tamsul and reports that his urine flow and symptoms are much better.     There was also no side-effects from the embolization and his sexual function improved after the procedure.

General urological examination normal.     External genitalia normal.    On rectal examination a soft 2+ BPH is palpable and his PSA is 1,19 ng/ml.     A rectal ultrasound shows his prostate volume 72 cub cms.

A urine flow study with a bladder volume of 382 mls shows a maximum flow rate of 31 ml/sec and an average flow of 17 mls/sec with a PVR of 20 mls.      The urine is clear.

It seems that he had a good response on the embolization so far and I shall like to see him again in follow-up after six months.

 

Bom dia,

Professor João Pisco conforme combinado estou lhe enviando as fotos e um pequeno relato sobre a operação.

Desde já agradecemos a sua atenção.

Eu, Carlos Rosa Taveira, 80 anos, Brasileiro, Inspetor  de Ensino do Ministério de Educação e Cultura do Brasil, tive uma crise com retenção urinária ,no dia 05/10/2013 devido a uma Prostatiti Crônica que chegou a 123 centímrtros cúbicos fui algáliado e estava muito preocupado com essa situação foi quando um amigo brasileiro me informou sobre esse processo de Embolização da Hiperplasia Benigna da Prostáta (HBP), feita por um Médico Português Pioneiro em Medicina Prostata, Dr. João Martins Pisco, fui buscar então na Iternete referência sobre esse método em seguida marcamos uma consulta (06/01/2014) com o Dr. Pisco no Hospital St. Louis de Lisboa onde nos foi esclarecido todo o procedimento cirurgico.

Fiz a Embolização  no dia 23/01/2014, no dia 04/02/2014 após ter feito uma Tomografia Computadorizada verificou-se  que houve uma redução bastante significativada prostáta, foi retirada a algália após 4 meses da crise e 12 dias após a Embolização verificando que as funções urinárias de micção foram normalizada.

C. R.T. EAP 573

Eu estou indo bem. Estou dormindo mais horas a cada noite agora. Na parte da manhã, cerca de seis horas eu urinar cerca de 16 gramas e algumas horas mais tarde, eu urinar no mesmo valor.

Esta é uma melhora muito boa e me sinto 20 anos mais jovem.

Eu não confio em médicos nos EUA e por isso vou voltar para Lisboa, em seis meses, para exame médico de acompanhamento

Obrigado e por favor, veja a foto de você e eu.

Francis Gene

F.G.T. EAP 588

J.M.C.N. (EAP 526) 74 anos, residente em Angola.

Estava doente e já pensava que o mundo tinha acabado para mim. Não urinava com normalidade e cheguei a fazê-lo na calça. A noite cheguei a levantar-me seis vezes e continuava com a sensação de que queria urinar. Desesperado, procurei o Professor João Martins Pisco que em pouco mais de três hora resolveu o meu problema. Hoje sou um novo homem, urino com facilidade e durante a noite já não me levanto para o fazer. Por esse motivo venho apresentar os meus agradecimentos ao Prof. Dr.º Pisco que me devolveu a vontade de viver, mais uma vez os meus agradecimentos.M.C. EAP 560

Fez recentemente 6 meses que me submeti a uma intervenção de embolização prostática.

Graças ao tratamento, a minha qualidade de vida melhorou significativamente, sobretudo durante a noite onde se verificam menos idas à casa de banho, ausencia de ardume, micção perfeitamente normal, sem interrupções e até ao esvaziamento da bexiga.

Ao contrário daquilo que dizem alguns rumores, a minha vida sexual em nada foi afectada e considera-se normal para um indivíduo de 67 anos de idade.

A intervenção é completamente indolor e sem efeitos secundários, a não ser um hematoma na virilha e coxa interna, consequencia da penetração do catéter.

A.M.N.C ( EAP 628) Referente ao Artigo Jornal Expresso dia 14/01/2017

Foi com um misto de agrado e indignação que li a notícia do jornal Expresso, de dia 14, onde, em traços gerais, para meu agrado, é referido o reconhecimento internacional da sua técnica. Com indignação por ter tomado conhecimento da atitude com que alguns urologistas e a própria Ordem dos Médicos, lhe terem movido processos disciplinares e pelos vistos pela campanha que lhe continua a ser movida por essas pessoas.

É perante a tomada de conhecimento destas circunstâncias que me senti compelido a deixar aqui o meu testemunho, se é que serve ou servirá para alguma coisa.

Após 3 anos desde que fiz a embolização das artérias prostáticas, sinto-me bem, deixei de tomar medicação e tenho neste momento um PSA de 0,26.

É claro que a indústria farmacêutica também deverá estar muito incomodada com os resultados do seu trabalho.

Para concluir desejo que continue o seu trabalho em prol da ciência e da qualidade de vida e manifestar-lhe a minha solidariedade na certeza que a menoridade dos mesquinhos e invejosos ficará no lugar que lhes compete, o esquecimento.

L.C. EAP 705

Estou a sentir-me cada vez melhor e o Professor tem uma equipa cinco estrelas. Parabéns. Estou-lhe muito grato. Obrigado do coração.

M.E.

Aos 55 anos M. V. descobriu que sofria de Hiperplasia Benigna da Próstata, uma doença que afetou o sistema urinária. Durante 20 anos procurou alternativas, consultou vários especialistas, tomou todo o tipo de medicação, sem solução à vista. A cirurgia era a única resposta, o que poderia ter consequências graves no sistema  urinário, ou a impotência sexual. Há 3 anos descobriu uma nova técnica inovadora de tratamento da próstata, através da embolização das artérias prostáticas, ministrado pelo  Professor Martins Pisco, no Hospital de Saint Louis, em Lisboa, desde 2009. O paciente foi tratado com êxito em Novembro de 2012. Hoje, Manuel Vicente recuperou a qualidade de vida.   

 

Manuel Vicente, engenheiro agrónomo reformado, tinha cerca de 53 anos quando iniciou a vigilância médica à próstata. Segundo os médicos, teve sintomas de taquicardia, associado à Andropausa.

Através da medicação, conseguiu diminuir os sintomas.

 

Aos 55 anos começou a sentir alterações no sistema urinário. Manuel sentia vontade de urinar de hora a hora. Os exames médicos revelaram uma Hiperplasia Benigna da Próstata. O tamanho da próstata estava excessivamente aumentado, provocando problemas colaterais. Consultou vários especialistas em urologia, experimentou todo o tipo de medicamentos para atenuar os sintomas. As melhoras eram poucas, ou mesmo nulas.

A medicação para a Hiperplasia Benigna da Próstata tinha como efeitos secundários diminuição do desempenho sexual, ou até a impotência sexual.

 

O paciente procurou diversas opiniões, soluções. A única saída para este problema de saúde, segundo os especialistas, era a cirurgia à próstata. “Conheci muitos casos que depois de terem sido operados à próstata perderam a potência, outros ficaram com uma algália. Tive um amigo que após a cirurgia ficou impotente e morreu de desgosto. Eu experimentei todos os medicamentos que havia. Alguns davam uma melhoria momentânea, outros nem faziam efeito. O valor do PSA* normal é de 4, eu cheguei a ter 8, 9. Evitei recorrer à cirurgia à próstata pelas consequências que poderiam ter na minha vida futura”, refere Manuel Vicente.

 

Há 3 anos, através de uma pesquisa na internet, Manuel Vicente descobriu um método inovador de tratamento. Trata-se da embolização das artérias prostáticas (EAP) no Tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) é uma nova aplicação de uma tecnologia já muito conhecida e usada em Medicina, sob investigação em vários procedimentos e especialidades médicas. É uma técnica minimamente invasiva que permite o alívio dos sintomas das vias urinárias nos doentes com HBP, que é realizada no Hospital de S. Louis, em Lisboa, através de uma equipa liderada pelo Professor Martins Pisco, desde 2009, apresenta bons resultados. Até hoje, já foram tratados quase 700 pacientes, a maioria com sucesso.

 

Manuel Vicente marcou uma consulta e verificou que havia doentes estrangeiros que vinham ao Hospital de Saint Louis para serem tratados pelo Professor Martins Pisco, bem como médicos que recebiam formação para aprender esta técnica. O paciente optou por este tratamento. Realizou todos os exames necessários, submeteu-se à técnica de embolização das artérias prostáticas, como alternativa à cirurgia.

Esta técnica consiste na introdução na região inguinal de um cateter por via percutânea e sob anestesia local. Sob controlo dos Raio-X o cateter é dirigido para as artérias prostáticas onde são colocadas pequenas partículas como grãos de areia que reduzem a irrigação da prostata levando a redução da dimensão do órgão. Por fim retira-se o cateter e exerce-se compressão no pequeno orifício de 1,5mm durante 10min. Quatro a 8 horas depois o doente poderá ir para casa, devendo permanecer em repouso o resto do dia. O objetivo é interromper parcialmente a circulação sanguínea que irriga a próstata, permitindo um alívio da sintomatologia das vias urinárias inferiores associada à Hiperplasia Benigna da Próstata, bem como uma redução no volume da próstata.“Por norma esta intervenção demora cerca de 2h. No meu caso demorou pouco mais de uma hora e meia. Introduziram um cateter na virilha, não tive dor nenhuma. Nesse mesmo dia fui para casa, na companhia do meu filho. Ao fim de um, dois dias, estava muito melhor. Passei a ter uma vida sexual mais ativa, deixei de ter problemas em urinar. Hoje urino com intervalos de 3horas, em média. Os valores do PSA estão controlados. A única coisa que não posso descurar são os exames de rotina”, assegura.

 

N.A – EAP 716

Algumas considerações:

Antes do procedimento da Embolização as principais causas que me geravam desconforto eram as seguintes:

  1. Dificuldade de urinar ,principalmente a noite. Sentado era impossível
  2. Levantava de 4 a 5 vezes com demora a iniciar a micção e com sensação que não tinha terminado
  3. Qualquer esforço  que fazia liberava urina
  4. Ao jacular tinha ardência forte gerando incomodo muito grande
  5. Não podia deixar de tomar o Secotex
  6. Sentia constantemente incomodo na região da Uretra e anos

Hoje após o procedimento:

  1. Urinando sem dificuldades inclusive sentado
  2. Levanto no máximo 2 vezes   por noite se dormir mais cedo
  3. Não estou expelindo gotas de urina ao praticar esforço
  4. Sem ardência ao jacular
  5. Vida sexual normal sem incomoda algum
  6. Parei de tomar secox desde o procedimento
  7. Não há incomodo algum

Isto posto meu Caríssimo Médico pergunto os cuidados e acompanhamento que devo ter?

Aproveito para perguntar se a prostada tende a continuar a diminuir ?

P.T. 724– Good evening, and I hope you are well.

 

I am very pleased with my progress, so far on three nights I have slept through for 7 or 8 hours. Previously I would usually need 5 visits.

 

Hope you had success with the physician from Israel you were treating.

 

V.D.I 694 Thanks a lot for your recommendations and your warm wishes!

I would also like to congratulate you personally and your excellent team on the upcoming year.

Best Wishes for New Year filled with Happiness, Health and Success for you and your family and your colleagues.

Merry Christmas and Happy New Year!

Have a nice day.

 

Thanking you for your kind assistance, I remain,.

 

S.T.  – Visitor intervention Radiologist – i’m so sorry to be late, i have a bug with my email account (hacked account).

thank you very much for the workshop it was really usefull for me, i was surprised with your experience even with old angiography table …. congratulation

the other thing is your  wonderful personality and you hospitality .. i mean all the stuff , Pr Bilhimi and the Radiologists and the crew.

i’m so thankful ..

and i want to consider me as a friend not only a collegue so when you come to Paris i’ll be happy to see you

thanks again and best regards

 

 

G.M. EAP 480 – I am writing to you to thank you for the Prostate Artery Embolization you performed on me three years ago. I found the quality of care from start to finish to be outstanding. The operation itself took only one hour and went very smoothly. Most of all, the improvement to my quality of life as a result of this operation has been immeasurable and I haven’t experienced complications of any kind since it was done. I would highly recommend you to anyone considering this treatment.

 

W.K. EAP 758 -the urinary flow rate had definitely improved.  When I finally fell asleep, I believe I slept 5 or 6 hours, uninterrupted, which for me is extremely good.

 

J.L. – Parabéns pelo seu trabalho que merece o titulo “Prémio Nobel da Paz” referente a saúde humana mundial.

Sou Vereador em um municipio no Entorno da Capital de Brasilia – Brazil e gostaria imensamente de lhe conferir, atraves da Camara Municipal de Aguas Lindas de Goiás, estado do Goiás – Brasil,  a comenda “Brasão das aguas do rio descoberto” o mais importante titulo do municipio a ser concedido a uma autoridade pelos seus relevantes serviçõs prestados a humanidade, no caso, ao Sr.º Professor Doutor Martins Pisco do Hospital St. Louis – Portugal.

 

A.M.S.C. EAP 790 – PRÓSTATA

É estranho ver tanta informação sobre os problemas da próstata e não encontrar nada sobre um novo tratamento já com doentes tratados e com testemunhos positivos, que se resume á embolização das veias da prostata. Este novo metodo de intervenção que está a ser implementado/utilizado no Hospital de Saint Louis pelo Professor J. Martins Pisco e a sua equipa, bem como constantemente acompanhado por médicos de vários países que se deslocam ao nosso País especificamente para observação e aprendizagem, não tem os efeitos secundários que podem surgir através da operação tradicional.

Eu próprio já fui um dos pacientes intervencionado há 2 semanas e só tenho a dizer bem, até ao momento não tive qualquer efeito secundário, antes pelo contrário,  não tenho dores, deixei de me levantar 2 vezes durante a noite, dois dias a seguir á intervenção andei a pé cerca de 4 Km sem que tivesse sentido qualquer indisposição, dor, ou  qualquer outro sintoma relacionável com a intervenção.

Caso queiram saber mais sobre este metodo deixo o link do site que tem toda a informação sobre o mesmo http://www.hslouis.pt/activeapp/wp-content/uploads/2011/06/HSL-Folheto-Prostata.pdf.

 

D.R.E- Profesor Martins Muchas gracias por su valioso tiempo Soy un médico que admira su trabajo Se que tiene más de 800 pacientes tratados por embolizacion LARGA VIDA  AL MAESTRO CON ADMIRACION Y  CARIÑO –  MEDICO CIRUJANO PACIENTE LIMA PERU

 

A.S. EAP 823 –  ILUSTRE PROFESSOR DR. MARTINS PISCO   Queira aceitar os meus respeitosos cumprimentos.   Já me encontro no País.   Desejo informá-lo que me sinto regozijado pela forma como fui atendido pela equipe dirigida por V. Excelência.   Sinto, pelos efeitos produzidos, que os resultados do tratamento são animadores, comparando com os anteriores.   Acredite que, pela minha segurança e cuidado, informarei V. Excelência sobre a evolução dos resultados.   Psicológicamente sinto-me mais tranquilo, o que não quer dizer que deva relaxar. Nem pensar.   Aproveito o ensejo para ratificar os propósitos da minha                                                                                                            ALTA ESTIMA E SUBIDA CONSIDERAÇÃO

 

M.T. EAP 684 – começo por descrever tudo o que se passou comigo derivado á próstata. Andei a ser tratado no hospital de Cascais uns 6 meses, o meu medico de família receitou-me combodart  0,5mg/0,4mg mas mesmo assim a próstata não diminui. Até que um dia falei com um medico de medicina geral chamado Dr Honorio o qual me recomendou um amigo dele que trabalha na clinica do hospital S.Luis em Lisboa onde tive uma consulta com o Dr martins pisco que me sugeriu que fizesse uma Embolização Hiperplasia benigna da próstata que foi no dia 02/09/2014. Foi a melhor coisa que podia ter feito a próstata começou a diminuir e o PSA também, nunca mais tomei o medicamento combodart. Por isso recomendo a todos que tenham o mesmo problema que façam o mesmo que eu fiz.

 

G.P. –Agradeço-lhe o seu interesse relativamente a um assunto a que nos temos dedicado há alguns anos.

Não somos nós que temos a cura, é um cientista português cujo trabalho temos acompanhado e que é pioneiro no tratamento de dois problemas de saúde, um que aflige 40% das mulheres em idade fértil, outro que aflige TODOS dos homens, a menos que se morra antes, porque não é uma doença, é tão natural como os cabelos brancos e ocorrerá numa determinada fase de envelhecimento, senão antes ao chegar-se à década dos 90. Inevitavelmente!

A terapia desenvolvida pelo Dr. João Martins Pisco CURA as doenças sem cirurgia, em apenas um dia de tratamento e, no caso dos homens sem as sequelas que uma extracção de próstata traz habitualmente: impotência sexual e incontinência urinária…

O nosso papel, enquanto investigadores, foi a divulgação deste extraordinário avanço da medicina, sobre o qual escrevemos dois livros, cujas súmulas pode ler em:

http://laranjeira.com/artigos/utero/index.html

http://laranjeira.com/artigos/prostata/index.html

 

 

A. M. EAP 820 – Eu fui operado há um mês, por este método, com  pleno êxito, pelo que aconselho a todos os doentes de HBP..

 

A.J.N.S. EAP 789 (EST.16)

CCI02062015

 

R.A. EAP – 840Dr Pisco,

Sorry I’m a little behind on the questionnaire. I’m submitting the 1 month questions. For your information, as of 3 months, I feel things are getting a little better. Especially in urinary flow, my stream is much stronger.  I also believe there is an improvement in frequency to some degree, not as much as I would like, but it does seem to be getting better. I’ve attached some pictures I took after I got home of the Bruising, that took a while to go away. Everything else seems to be ok. My Dr would not approve the extra tests at this time. The Ultrasound, Urinary Flow ect. He said that since they had been done so soon prior to my coming to Lisbon, I would have to wait a little while before the insurance would approve them again. As soon as I am able to have these test done again I will forward the info to you.

A.I.H EAP – 850 – Dr. Pisco, I have no word how to thank you. You gave me back a quality of life that I missed for so many years.

I told about you to all my friends. I recommended your name, specially, to those who have similar problems of mine.

One of my close friends has enlarged prostate. His PSA is 20 and he is afraid to do biopsy. His mother was dead of cancer. His fear is removing the sample tissues during biopsy can aggravate if there is a cancer. I am not sure if it is true or not. What is your opinion?

Dr. Pisco, you did a remarkable on me, congratulation to you and you gave me a quality of life.

I will let you know when I learn my PSA in two weeks.

 

A.I.H – 850 – Dear Dr. Pisco,

I have very good news for you. I removed my Catheter on 8/13/2015. I waited for two weeks to inform you the good news to be sure everything is OK.

Here is the good news after I removed Catheter on 8/13/2015:

  1. Urinary stream: I have a strong urinary stream. I urinate as if I am 20 years old
  2. I sleep the whole night without  getting up for urination
  3. No urgency: I have no urgency to go to path room
  4. No Frequency: I am not urinate again and again

Dr. Pisco, I have no word how to thank you. You gave me back a quality of life that I missed for so many years.

I told about you to all my friends. I recommended your name, specially, to those who have similar problems of mine.

 

R.B. – 878 – In the two weeks since receiving PAE treatment administered by Dr. Pisco I have had gratifying results.  Prior to going to Lisbon I had tried many different types of treatment short of TURP surgery and its consequences.  None worked.  Now I no longer compensate by utilizing every facility I pass in order to void; my discharge rate is vastly improved, and sleep interruption to void is down to a minimum.  The decision to go to Lisbon was a BIG positive.  And, I am sharing my very positive experience with all of my friends here in Santa Barbara, CA.  Thank you Dr. Pisco.

 

M.W. EAP 772

CCI15092015

Report from Urologist of RB – PAE 878

He had successful embolization of the prostate on August 20, 2015 in Lisbon. He has a much improved urinary flow and is now getting up once or twice at night to urinate. He denies any burning or pain with urination and has had no gross hematuria. He is very pleased with the results of the procedure. His doctor in Lisbon has requested he have a transrectal prostate ultrasound, PSA, uroflow and post void residual performed at this time. I also recommended a bladder ultrasound to see whether or not he still has the stone in his bladder. Blood was drawn for a PSA prior to any manipulation of his prostate today.  I reviewed how these studies are performed and reviewed the risks and potential complications. All questions were answered to his satisfaction. He agrees to proceed.

Bladder Ultrasound: He was placed in the supine position on the examination table and a bladder ultrasound was performed. He has an approximately 12 x 5 mm stone within his bladder that is clearly and easily seen. He still has a prominent appearing middle lobe of the prostate. His postvoid residual is 44.6 cc.

Transrectal prostate ultrasound: He was then placed into the left lateral decubitus position on the examination table and the ultrasound probe was inserted easily into the rectum. The prostate and seminal vesicles were scanned sequentially in the transverse and longitudinal planes. Representative photographs were obtained. The overall size of the prostate was 59.9 grams. The longitudinal length of his prostate was 54 mm. The height was 40 mm and the width was 53 mm. The middle lobe was not included in the above number, however, I would estimate the middle lobe would add about 15 g to the size.. The prostate capsule appeared smooth and intact throughout. He had some increased heterogenicity to the transition zone likely from the recent procedure. There was no TURP like defect visible on the ultrasound.

Uroflow: Peak flow 8.6 md/sec, average flow 2.8 cc per second and his voided volume was 105.9 cc.

I explained the potential problems with leaving the stone within his bladder. Alternatives for the stone were reviewed and he agrees to return in 3 or 4 months for a followup bladder ultrasound. If the stone is still present he agrees to have transurethral removal. The prostate will be left alone as long as he is urinating satisfactorily, however, if he is having more difficulty urinating then a resection/vaporization could be done at the same time.

He is still taking Myrbetriq and Avodart. He would like to continue on Avodart once a week to prevent future prostate growth but was advised to try discontinuing Myrbetriq. All questions were answered to his satisfaction.

Once again, congratulations on the excellent results from the prostate embolization.

 RB – PAE 878

Dr. Pisco,

It has been a month since my treatment in Lisbon and what a difference!!!!!!!!!!!!!!  The results are most gratifying and effectively life changing and to the better.  I am now up one or two times at night as opposed to a range of from a low of four to a high of fifteen.  I am no longer afraid to be separated from a rest room facility when I pursue daily tasks or travel. My increased flow and no straining plus a feeling of completely emptying the bladder are but a few of the results of the procedure you administered.  THANK YOU!!!!!!!

 

W.B – PAE 893 – My procedure took place late afternoon of Thursday 24th September.

On Sunday 27th September I flew from Lisbon, back to Buffalo NY where I live.

To this date I have experienced no pain, no discomfort, no internal issues or anything to remind me that I had a two hour procedure on my prostate.

I am back at home doing many of the things that I did before the procedure, walking for hours each day, climbing stairs, taking out the trash bins to the street, cooking and cleaning, driving, shopping and many other activities, restricted only by the need to do things a little more slowly, and the catheter which I still have in place.

I am finding some issues with the catheter developing at night. On Tuesday night, as I sleep my bladder tends to fill up, and because the catheter bag in higher than my bladder, it fills slowly. Being a smaller bag, I need to get up several times a night to empty it. On Tuesday night there was a lot of urine that passed out of my penis, from around the catheter, so much so that the bed was wet, the carpet was wet from my urine and was coming out strongly from my penis.

I have tried to drink less at night to avoid a repeat of this same problem, as there was a lot of cleaning required on the Wednesday morning to rectify what had happened overnight.

This is really my only discomfort to date.

I am still taking all of the medication required and taking Rapaflo ever night.

Again I have no pain, and no discomfort whatsoever.

Thank you so much for your time and your patience during my procedure Dr Pisco

W.B. PAE – 893 –  I just wanted to advise you that my urine bag broke this afternoon here, and I was asked if I wanted the catheter removed, I told them yes, so I am now free of this horrible device and am urinating very well.

Many thanks and regards

D.S. – Radiologist of Mayo Clinic who frequent the course – Prostate artery embolization is gaining momentum due to its promising outcomes and the fact that it appears to be quite safe. The workshop was extremely helpful in that it addressed both technical aspects of the procedure as well as peri-procedural care.  Observing numerous cases before performing the procedure oneself is quite valuable as it provides insight into how to safely and quickly navigate both straight-forward and more challenging cases.

A.L. – Radiologist who attended our Course –

Dear Prof Pisco,  I am safely back in South Africa. Thank you so much for the pictures!

It was an absolute pleasure meeting you and your world class team. I had a really enjoyable day and learnt a phenomenal amount.

I look forward to putting into practice the new skills that I have learnt.

Kind regards.

 

N. A. – EAP 716 – Vamos fazer 1 ano que efetuamos o procedimento em minha próstata .

Portanto gostaria de saber se vai solicitar exames para ver como está a situação atual.

Eu estou me sentindo muito bem grato e feliz por ter tido sucesso nesse procedimento.

 

W.B. EAP – 893Hello Dr Pisco

I am doing well and have no pain or discomfort and most importantly am urinating well.

The catheter was taken out late last week as the bag had split, so I had it removed and have had no problems with urinating, it is a good strong stream.

I am taking the Rapaflo every two days now, how much longer should I continue that please?

S. visitor urologist from South Korea who perform PAE – I safely arrived my mother country.

Having a lunch and good lecture from you was a real honor for me. 
It will be one of the best scene in my carrier.
Congratulations for great achieving of 900 over PAE cases.
I will report this good news to my boss.
Thank you again for your warm invitation.

J. R. EAP 902 – Testimonial – Prostatic Arteries Embolization – Professor Doctor Martins Pisco It is about saving lives. It is not about the traditional view concerning life or death. In death, we would not have a prostate issue. There would be no suffering. To live means to be alive – to share, rejoice, witness, laugh. However, in life there is also room for suffering, negating some of the experiences mentioned above. Professor Pisco, you have given us the ability to diminish suffering and to regain the opportunity to our better selves. The actual procedure itself was a non-event and made extremely so by your hospital, staff, nurses and other doctors. Each person knew the procedure, its effect on the body and post physical results. All made the complete treatment cycle a secure, confident, painless experience. Your complete team treated me with kindness, understanding and empathy. Included in the attributes listed above, were the secondary hospitals and clinics for the additional pretests: artery scans, prostate and bladder ultrasound. Care, empathy, knowledge, professionalism was the norm. A great team. The actual day of treatment, all my anxiety and nervousness were quickly put to rest. The 1 hour pre-procedure saline/pain medication was event free. At the actual Treatment Theatre, all was clockwork organized and were seen to be confidently prepared, calm and very competent. When the other doctor approached me, he then again explained the procedure, coupled with a sedative to further eliminate any remaining nerves. As I recall, within an hour, treatment completed and I was returned to my hospital room. My only discomforts were in my left testicle and kidney area, as I believe only occurred due to the fixed hour long position on a hard surface and resulting numbness. Within an hour, the discomfort had vanished. I was able to urinate normally without using my catheter and experienced no pain. The next day, now out of the hospital, I had some expected aches and a bit of pressure around the groin region, but again, devoid of pain. On day 3 to 6, after the procedure, I did have a fair amount of blood in the urine. After the catheter removal on day 6, the next day 7, the blood was visibly less and from day 8 – no blood. Urine frequency was every 30 minutes to 1 hour for the entire 7 days from the procedure. From day 8 to 15, every 2 to 2.5 hours, with complete emptying of the bladder. The stream is progressively stronger than before they placed my suprapubic catheter (2 weeks prior your treatment) and consequently, the time to completely empty the bladder is noticeably less. No stitches. No post anesthesia narcosis. No long hospital stays. No home care. No incontinence. No sexual impotency. No retrograde ejaculations. No scars. In regards to outcomes and feeling, I am still getting used to the sensation of bladder emptiness after I urinate and the ability to be able to urinate when I have the need to. It is quite a freeing psychological state I have not had for 10 years. The stresses and high anxiety associated with this ailment is really understood by those that have it and those close friends/loved ones who stand near-by to witness such a constant agony. It is important to understand the debilitating nature of this ailment – from searching all the WCs in the vicinity – to being in a public gathering, meeting, movie theatre or the anxiety of a plane trip, where the day before, ample pre-planning and rationing of food and water is the norm as to avoid a potential Acute Urinary Retention Episode (AURE) on the foreign land you just arrived. Perhaps an otherwise innocuous infection, could echo back into the prostate and cause a urinary tract infection, leading to more antibiotics and another catheter at worse. Prior knowledge of weather reports was paramount as well. A sudden drop in temperature could magnify the symptoms: frequent urination, excessive pelvic pushing to begin, counting glasses of water, wine, coffee to determine if a peak volume has been reached, so as to not inflict another AURE. Being on vacation, family dinner or stuck in traffic in your car with the bleak, dejecting, mournful realization of another AURE – because no matter how many times you try to urinate (which by then could be every 10 to 15 minutes), you know you cannot empty your bladder. Doctors call this overflow. Now your stress and anxiety/fear levels increase exponentially (and that of your partner, loved one,friend). No choice, you travel fast and straight to the hospital emergency room. You begin again to explain to all the doctors and nurses you have Benign Prostatic Hyperplasia (BPH – enlarged prostate)… You take daily medications, etc – all the while, you are in excruciating pain. You will explode. They now proceed to do an ultrasound of your bladder. Discuss again with others. Finally relief. You have a catheter and urine begins to warmly flow out. The next day, you feel the foreign object causing a great deal of discomfort and depending on your position, pain. You are back in the world of the inability to lead a normal life. So to living. We are in the 21st century and Professor Pisco has discovered/pioneered, a system using our internal highway (arteries, veins) to deliver a remedy directly to the affected organ without the need to sacrifice otherwise other healthy organ/tissue parts. No collateral damage. He still remains in awe, amazement of the results and statistical patient satisfaction. Again, he is using our internal pipes, highway system to get to the root of the problem. A modern day forefront scientist, that remains uniquely compassionate and cerebral in this endeavor. Dear Professor Pisco, it has been an honor and privilege to be patient 902. Again, the most difficult aspect of your procedure is not the actual treatment itself, but the psychological retraining of my daily behavior after having this condition for long. BPH and its ramifications, no longer need to be the focus of my every existence. A constant distraction of life. Thank you Professor Pisco.

 

V. C. EAP 904 – Em primeiro lugar gostaria de dizer que fiz o primeiro tratamento da embolização das artérias prostáticas em 8/3/2012. Na altura tinha 59 anos e poderei dizer que tudo correu bem. Devo também dizer que quando me submeti a este tratamento estava algaliado pelo que o Sr. Prof. Martins Pisco achou por bem que eu continuasse com a algália por mais 15 dias após a embolização, mas apenas como precaução. Ao todo andei um mês com algália, mais coisa menos coisa. Tudo correu bem como já o afirmei, não tendo necessidade de recorrer a algália e tendo feito uma vida normalíssima sobre todos os pontos de vista. A actividade sexual não foi em nada prejudicada, bem pelo contrário. Um aspecto importante deste tratamento é o facto de que umas horas depois da embolização podermos fazer uma vida normalíssima sem dores e sem medicação e a única restrição é não conduzir nos primeiros dois dias após o tratamento. No bloco do Hospital de S. Louis estamos em média cerca de uma hora para o tratamento em que estamos sempre conscientes, sem dor e colaboramos com toda a equipa médica que nos vai dando o ponto da situação. Parece inacreditável, mas é isto mesmo que acontece. E tudo isto se passou durante três anos e meio até que este mês, concretamente, em 5 de Outubro de 2015, tive que recorrer à urgência do Hospital de S. João no Poto, pois não conseguia urinar tendo novamente sido algaliado. Mal saí do dito Hospital, contactei com o Sr. Prof. Martins Pisco contando-lhe a minha situação.Ora isto foi numa Segunda Feira, faz, justamente, hoje quinze dias. O Prof. logo me sugeriu que poderia ir no dia seguinte, portanto, 6 de Outubro deste mês, a Lisboa fazer o exame para analisar o estado das artérias prostáticas no sentido de ser embolizado novamente no caso de estarem em ordem ao tratamento. E assim aconteceu, e, logo na Quinta-Feira, dia 8/10/2015, fui submetido a uma nova embolização. Tirei a algália na Quarta-Feira passada, encontrando-me há três dias sem algália, sem medicação, sem dores e urinando bem, fazendo uma vida totalmente normalíssima. Isto é o que eu tenho para testemunhar a todos aqueles que possam estar a viver uma situação destas. Finalmente, desejava manifestar publicamente a minha gratidão ao Prof. Doutor Pisco e também à sua brilhante equipe que tão prontamente trataram de mim (em três dias apenas). Parece que nem estamos neste país, tal é a eficiência e prontidão, profissionalismo e sentido ético de responsabilidade. Bem ajam a todos vós.

J. R. EAP  – 902 – Dear Professor Pisco, I hope you are well. I am doing fantastic! Urinating better and better everyday. Stronger flow and no residual (even now in winter). A wonderful feeling.

I wanted to pre-book my flights, etc for the 3 month exams/tests for the days 11 & 12 January. If ok, please also let me know at which day and time I can have an appointment with you as well. I speak to everyone about you and your procedure. All was great within a very caring environment.

Thank you again. Until January, with kind regards

J. P. F. EAP 889 

J. P. F. EAP 889-page-001

 D.L. EAP 916 – Thanks again for you have done for me and your great job
I have almost no more burn feelings actually with the treatment and it is getting more and more well

 

R.B. EAP 878 – This is the first of three attachments that are, admittedly, long overdue.  That is not because of lack of appreciation.  The results of my procedure (878) on August 20 of this year have been life changing for me.  Words cannot adequately express my appreciation for the results.  I seem to be plateauing at 1x per night and can go many hours during the day without voiding.  So, I can effectively live a life away from a urinal.

 
I know that my tests done by my local urologist were sent about a month after my procedure in Lisbon and I just forgot that you also needed the materials that are being forwarded in separate transmittals.
 
Time permitting please let me know that they have been received.
 
I am most grateful for the results.
W.B. EAP 893 –  My name is W.B., I live in Buffalo NY. I am originally Australian, from Australia and have been in the US for fifteen years.

My prostatic problem began just six weeks ago actually, (about July 25th, 2015) I was peeing relatively normally, I would get up perhaps a couple of times a night, sometimes not at all, but on a road trip to New York (City), I developed acute problems, the prostate had encircled the urethra and I was not able to urinate at all, and the pain in the bladder became intense over a number of hours.  The kidney pain was also quite severe and I had to go to the emergency ward at Albany, the capital of New York State, to have a procedure for the catheter (to empty the bladder) and over the course of the next six weeks, I had the catheter taken out.  I thought I could; it was just a problem that occurred that morning on the trip.  But no; I had to go into emergency three or four times in the States because of this issue with the urination.

I was told (in the States) to go and see a urologist, the urologist of course wanted me to do the TURP procedure, but doing a little bit of study on that (procedure) there were intense risks with that, and also it seemed to me it didn’t reduce the size of the prostate, and to me that seemed fairly important, because if they are going to “roto-router” out the urethra and part of the prostate, it is not really stopping it growing  There is something still creating the problem that cause it (the prostate) to grow.

So then I looked at green light laser. That also seemed like an unsuccessful procedure for many men that I read about on various blogs on the internet, and then finally I came across the site of Prostate Artery Embolization (PAE) that Dr Pisco does here in Lisbon (in Portugal).  So I came here (Lisbon) on the week of the 24th (September 2015), and I actually had the procedure on Thursday (24th).  It took about two hours, I was awake during the whole process.  I had a local anesthetic and they put a tube into one of the arteries, then looked at various arteries they would embolise in the prostate.  According to Dr. Pisco it was very very difficult; apparently I have very torturous, in his words veins, (should be arteries).  It was difficult to get at them because they split off at different points.  He did say he found the ones he wanted to and we’re hoping and I‘m hoping for a fully successfully reduce prostate over the next weeks.

Today is the 26th (September 2015) it’s Saturday, I was out all day at Sintra, about 20 miles from Lisbon.  I have been walking around all day.  I have walked many miles today.  In fact, yesterday, Friday, a day after the procedure, there was no limitation other than I took things slowly.  I walked slowly down stairs and I walked slowly, there was no pain, there is no blood in the urine, and I feel pretty good after two hours in surgery on the operating table.

One of the reasons that I chose Dr. Pisco over some of the other areas that do PAE is that he is the most experienced of any one in the world that does this particular procedure. So if I had difficult veins (should be arteries) or I had a problem, I wanted the best guy there, with the most experience, to be able to handle that.  Also I noted that many of the team that he had were younger doctors, very skillful, and very dedicated.  They really took the time to look for the best places to put the embolization, and I was asked after the operation, it finished at about 5(pm), to wait a couple of hours in my room without moving.  But around about 8pm I was able to walk around in the room.  There were other colleagues that had this same operation on this day, there were six of us in all.  Some of them were able to walk afterwards (and go back home).  So it certainly is a very risk free procedure.  With a local anesthetic, it doesn’t produce difficult problems within the process, as TURP does.  My urologist in the States said it could be two weeks to two months that you have bed rest, at least rest, so all of those things were taken into account as to why I wanted to come to Lisbon to have this procedure done.

When I took into account all of these factors that were problematic with the TURP and that (showed) very low risk for the PAE, this was one of the reasons that this is the place I would come. Dr. Pisco is world renowned for doing this procedure.  He has done over 900 patients to date; if there was any problem occurring then he would be the one to overcome this issue, and this was one of the reasons that Portugal was the place I needed to go.

I found the hospital very clean, the nursing staff were extremely friendly, extremely gentle, very nice; something that I am not used to n the States. The operating theater was very clean. They were pushing people in and out very quickly.  It was a delight to be in such a cleanly and efficient environment.

 

V.F. EAP 910 – I wanted to give you a quick update.   On Wednesday last week the bleeding finally stopped.  So that issue has gone away.   Frequency of urination continue to decrease and flow is better.  Currently I’m only get up 1-2 times a night and the flow seems to definitely be better with very little hesitation in starting.   It’s starting to feel “normal” for like it was a couple of years ago.   So much better progress so far.

F.S. EAP 14

CCI20112015

N.A.EAP 716 – Estava com minha próstata com 120gramas, me trazendo muito incomodo .Ao  levar meus exames a meu Urologista e após avaliar os exames, me comunicou que não poderia  esperar mais e que iria  me operar imediatamente e pediu para que eu marcasse a data.

Ao chegar ao meu escritório e abrir meus emails recebi um artigo de um amigo ,  que falava da técnica desenvolvida pelo Dr. Martins Pisco e que estava tendo muito sucesso na cura da Hiperplasia Benigna da Próstata.  Após pesquisar ler os depoimentos resolvi me submeter o procedimento.

Após um ano acabo de receber os parabéns pelo resultado alcançado e tenho de reconhecer que a técnica desenvolvida pela equipe  do Dr. Martins Pisco é um sucesso e agradeço imensamente o bem estar que me proporciona .

Recomendo fortemente

 

W.B. EAP 893 – I am attaching the results and survey questions for the first month after my procedure with you in Lisbon.

I am very happy and urinating very well. I have never had a problem to date.

The ultrasound shows me the prostate is now 84gms, (it ws measured at 100gms in Lisbon) and the PSA levels were measured at 2.1.

The only issue that I have which is that I still have frequent urination at night, so 2 or 3 times. However I think this relates to the fact that I  had a catheter for 2 months and the bladder muscles are still weak and will need more time to recover.

 

Can you let me know my PSA reading that we did there in Lisbon please.

Also as far as the first months reduction in the size of the prostate, is a 16% reduction, small, average or other? Do you graph all your clients reduction on a bell curve?  This would be interesting to see what is the average reduction in size and where individual patients fall within this bell curve.

Do you want me to send hard copies to you by mail? or will these email documents suffice for your records?

many thanks again and kind regards

B.L. EAP – 917 – Back home, after only two weeks the urine flow was improved remarkably, three weeks and the usual strong urge before passing the urine was very occasional. Now after about 2 months from the intervention I wake-up to go to the bathroom only twice at night compared to 4 times I used to before!

Thank you Prof. Pisco, I’m very pleased about these very early results. By the end of this month I will be having the “after 3 months test” you requested and I will foreword the results.

Thank you also for offering me the opportunity  to contact you on your mobile phone at any time for the days following the PAE and for the follow-up consultation.

Without any shade of doubt I can say that all service I received from you and your team at  St. Louis Hospital was excellent!

 

S. G. – EAP 633 –  Dear Dr. Pisco: I have had an eventful few weeks since I sent you an e-mail. I have had a cath + bag, antibiotics, cystascope, and I even tried testing with a do it yourself cath in case of an emergency. I am happy to report that the treatment you did seems to be working as of today. last night I only got up one time and the stream was very strong. I have an appointment with the urologist on the 21st of this month and it seems that I will pass. he was talking about a full or partial removal of the prostate according to what he saw when he did the cystascope. thanking you for your service.

C.C – EAP – 969 – I am doing well today before we leave for home. I wish to express my appreciation to you and your team for the excellent and professional care I received. Please extend my thanks to Dr. Tiago, who performed a difficult procedure without requiring a second catheterization. This was so apparent to me as I studied the X Rays afterwards. I also found Hospital St Louis staff to provide excellent care before and after the procedure, with a minimum of bureaucracy and excessive testing so common in the United States. At home we need a much better approach than our current Obamacare system with high costs, excessive paperwork, and control in the hands of the insurance companies and not the medical professionals.

J.A. – EAP 866 – Serve o e-mail para informar o Prof., que os resultados dos exames após o 6.º mês da embolização das artérias prostáticas, foram a meu ver bastante positivos, nomeadamente o PSA, que apresenta o valor de 1,69 e um volume aceitável, sendo que o exame de fluxometria é bastante bom, para o que foi há seis meses e com medicação. De qualquer forma Prof., deixei os exames comprovativos nesta data no Hospital St. Louis e ao seu cuidado.

Decorridos então estes seis meses, não posso estar mais contente com a decisão tomada ao decidir-me pela embolização das artérias prostáticas. Andei anos e anos a sujeitar-me a medicação, que me tirou qualidade de vida. Por causa dos PSA elevados, fiz três biópsias, que acusaram negativo. Por outro lado, para “baixar” o PSA e aumentar o jacto urinário, andei anos a tomar o Avodart e posteriormente o Combodart (2 em 1) e novamente o Avodart + Urorec. A libido também se foi durante os últimos oito anos. Fartei-me da medicação. Agora está tudo a correr bem, já não me levanto de noite mais que uma vez para urinar, quando no passado me levantava duas e três vezes. Já não necessito de correr para a casa de banho. Ah e a libido voltou.

Daqui a seis meses, voltarei ao fazer os exames de controlo recomendados, o PSA, a Ecografia Prostática por via rectal e a Fluxometria, remetendo os resultados ao cuidado do Sr. Professor.

Entretanto, não deixarei de recomendar o Sr. Professor aos meus amigos, uma vez que considero estar a ser um verdadeiro êxito, a metodologia que foi aplicada a mim.

 

C.C. – EAP – 969 – My informal urine volume and flow rates are around double the 5 ml/sec level before the procedure. I can go 3 hours in between urinating now versus 2 hours or less, very pleasant results!

 

A.J.S. – EAP 789 – Eu: A. J. N. S., de 64 anos de idade, venho por este meio divulgar a minha satisfação pela qualidade de vida que hoje tenho, muito superior à que tinha há um ano atrás.

O tratamento a que me submeti a 19 de Janeiro de 2015, EMBOLIZAÇÃO DA HIPERPLASIA BENIGNA DA PROSTÁTA (HBP), tratamento liderado pelo Professor Doutor João Martins Pisco, no Hospital de Saint Louís, Lisboa, devolveu-me a boa função de urinar bem, perdida quando a idade avança.

Tinha no inicio do ano 2015 dificuldades em urinar, por isso urinava muitas vezes, e com fluxos finos e curtos, e ficava com ardor na uretra e vontade de urinar mais, tinha a prostáta a 94cc. Hoje, passado um ano, urino poucas vezes, e quando urino faço fluxo grosso e longo, ficando com sensação de aliviado e bem-disposto, hoje tenho a prostáta a 66cc, e recuperei erecção sexual antes perdida.

Falando um pouco deste tratamento, digo que é excelente, livra-nos dos medicamentos que só fazem mal à saúde, e não resolvem nada, simplesmente melhoram, ou melhor adiam o problema, e enriquecem as farmacêuticas, e dão trabalho aos médicos urologistas.

Falando um pouco deste tratamento, digo que é excelente, livra-nos das intervenções cirúrgicas, muitas vezes com êxito, mas muitas vezes com menos êxito, ficando arrasados no campo emocional, no campo sexual, e por vezes à morte.

Falando um pouco do autor deste tratamento, Professor Martins Pisco, por ordem da Natureza, deu-lhe inteligência, vocação, ideias, projectos. Com uma vida longa dedicada ao estudo das ciências médicas, inovar e realizar um tratamento único no mundo, e a Natureza dá-lhe razão e força para vencer, ventos e tempestades na área do dinheiro (interesses económicos). A Natureza devia ser mais generosa, dar a este ser Génio imortalidade, mas como as leis da Natureza não permitem, fica na imortalidade da História.

Este tratamento é transversal a todos os homens, dependendo da idade, se tiverem o mesmo problema, da prostáta, digo-vos para consultar o Professor Martins Pisco.

Termino dizendo e afirmando este tratamento è excelente.

Termino dizendo, vão lá, nada têm a perder.

A.S. EAP 979 – Junto envio o questionário da 1ª semana e análise PSA. Gostaria de salientar que tem estado a correr tudo muito bem, o jacto urinário voltou ao que era antigamente, bem como a sensação de esvaziamento da bexiga, e isto mesmo sem tomar o Silodyx. No que respeita a dores, apenas no dia do procedimento e após a viagem até casa senti uma dor moderada na zona junto ao anús, tendo tomado 1 Clonix. A dor passou no segundo dia (sábado), apenas sentindo um latejar de forma intermitente e mais no período da manhã. Estou plenamente satisfeito com o resultado e queria agradecer a toda a equipa o resultado conseguido.

W.T. EAP 994 –  Dear Prof. Pisco, Thank you and your team for performing the PAE on me yesterday. I wish to inform you that  I have had to remove my catheter one hour ago as it stoped me from urinating properly. I was not going to remove it until I am back in London in 2 days’ time. However, apart from some deep soreness around the region treated which I hope will soon get better , your treatment has worked for me within 24 hours. I hope that you will find time to train more physicians to be skilled in this procedure so that more men can benefit from it provided they are suitable. Hope to see you when I next come for follow up. With best regards and many thanks

IMG_7484

W.T(994) distinto Cirurgião Inglês de 80 anos de idade, algaliado e cuja algalia foi retirada no dia seguinte.

W.T. EAP 994 – Dear Prof. Pisco. Thank you for your email and the photos. I am now back in London so I can drink more fluid as I have some dysuria and the volume is not great with some blood stained urine. I think the rawness will take at least one week to improve with the flow. I am very pleased that I was able to have the PAE done by your skilled team rather than having my BPH treated by the standard procedures available in U.K or U.S. in which case I would be in more pain and most likely be still in hospital. You have built up a unique team in Lisbon. I will inform the consultant urologists at my teaching hospital when I next see them.

A.S. – EAP 789Foi tratado a 19 de Fevereiro de 2015, tinha a prostáta a 94cc, fluxometria a 8.2, PSA 2.61. Em Fevereiro de 2016 passo a ter, prostáta a 66cc, fluxometria a 27, PSA a 0.7.

Estou bem e recomendo este tratamento, e inovador, eficaz, fácil, acompanhado com tecnologia e aparelhos que permitem fazer o tratamento com eficácia, não há erros, como está estipulado um insussess0 na roda dos dez por cento que podem repetir o tratamento para resultar em sucesso, com o Senhor Professor Doutor João Martins Pisco e a sua equipa médica e o Hospital St. Louis, dou cinco estrelas ouro sobre azul, não cinco estrelas mas seis estrelas ouro sobre azul.

H.S. EAP 983 – Approximately 2 ½ weeks after surgery, I began to note a major improvement in my flow and ability to void.  It is now four weeks after surgery and I am consistently voiding with a significantly stronger flow and, doubtlessly, higher volume levels than prior to surgery.  Flow seems better than when I started on Tamsulosin 5 years ago.  More importantly, I do not feel the bladder spasms that prior to surgery were common to almost every urination.  I also do not suffer from the sudden urgency to void – well, I will have an urge every once in a while, but it is not severe and I don’t feel the need to act on it.  It also goes away much faster – like 30 seconds instead for 4-5min.  I am no longer getting up more than once in the night and not voiding nearly as frequently during the day.  It this is the new normal, I am so happy.  The next step will to move off the Tamsulosin and Vesicare.  More on that in the next update.

P.P. EAP 1000 -Dear Professor Dr. Martins Pisco

Dear Professor Dr. Tiago Bilhim

Dear Dr. Lucia Fernandes

Dear Dr. Nuno Costa

I write this message with the expression of my deepest gratitude for all the efforts made by you during the successful PAE procedure made to me on Thursday 31 March 2016, being myself the 1,000 patient of Dr. Pisco. This date, for a favorable coincidence, is the birthday of my daughter Diana.

I am deeply moved for your professional and human approach to your patient.

I am confident that the results of the PAE will be the most favorable in my case and I will be reporting to you about the developments.

Renewing my deep thanks, my pray goes to God for you and yours.

I remain at your service.

Trustfully yours,

 

P.P. PAE 1000 – Muy apreciada Doctora Clara Pinto

Me ha sido muy grato recibir su amable comunicación. Ha sido un real honor para mí ser el paciente nro 1,000 en este tratamiento PAE.
Deseo expresar mi reconocimiento a usted, al hospital por las gentiles atenciones recibidas.
Al Doctor Martins Pisco y a su equipo profesional mi agradecimiento más sincero. El Dr. Pisco es una eminencia y estoy seguro recibirá todos los honores que le corresponden para orgullo de Portugal.
Mi situación de salud ha mejorado de manera increíble. Mantengo informado al Dr. Pisco.
Reciba apreciada doctora Pinto las seguridades de mi mayor consideración y estima personal y quedo a su servicio.
04-05-2016
Professor Tiago Bilhim distinguido como um dos 10 melhores revisores da revista JVIR
CCI04052016
W.T. PAE 994 – I hope you and your team are well.
I came to see you in March this year and had PAE on 15 March.
I am glad to inform you that my urination is 80% better with less frequency and urgency without any medication. I will arrange to have the tests requested at 3 month and let you know the findings.
P. P -EAP 1000

Mi Querido Doctor Mas o menos al mes de la operacion un Cambio para mejor y substantial . La orina y su flujo es elevado Ahora El dolor totalmente bajo ahora Le mantendre informado Nuevamente mi agradecimiento y a su equipo Fuerte abrazo.

K.T.

CCI30052016

CCI30052016_0001

 

FMGP – HBP -996 – FP, aos 59 anos, comecei a ter problemas com a próstata, e gradualmente os sintomas foram agravando, tornando-se diariamente mais desconfortável, com idas ao WC cada vez mais frequentes. Um dia uma pessoa amiga com quem trabalho, sugeriu-me, marcar uma consulta com o Professor João Pisco, no Hospital S. Louis, em Lisboa, pois, quem sabe se não estaria aí a solução do meu problema:
•Levantava-me cinco a sete vezes por noite para urinar, e ficava sempre com a sensação e vontade urinar mais. Quase sempre “pingo a pingo” ou tipo “ralo”, e com fluxos finos e curtos, noutros momentos.
•Numa deslocação a Lisboa (80 km+-), tinha que parar em média quatro vezes.
•Tomava duas qualidades de medicamentos, duas vezes por dia, etc…
Assim, na espectativa de melhorar a minha saúde, marquei consulta para o Professor Pisco (de quem nunca tinha ouvido falar antes) e nem sabia qual a sua especialidade, e sinceramente, pensei que seria apenas mais uma consulta de urologia.
Durante a consulta com o Prof. Pisco, senti nas suas “palavras“ uma grande força/conhecimento/saber/vontade/… , para me ajudar.
Foi então que me convidou a participar no “Ensaio de Investigação Clinica”.
Procurei saber mais sobre este assunto através do seu site. Li vários depoimentos de pessoas com problemas idênticos ao meu, que tinham recorrido a este método e estavam francamente satisfeitos com os resultados.
Decidi então seguir o conselho. No dia 17-3-2016, após efetuar alguns exames de preparação, fui então sujeito a “ Embolização da Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP) ” cuja Intervenção foi liderada pelo Exmo. Sr. Prof. Dr. João Martins Pisco, no Hospital St. Louís, em Lisboa.
Foi-me dada toda a informação para a pós-Embolização, e tudo correu como previsto.
Hoje, passados quase três meses, sinto-me francamente melhor. Estou profundamente grato ao Exmo. SR. Prof. Dr. João Pisco, e á sua equipa. Passei a urinar bem e com menos frequência, sexualmente sinto-me melhor, durmo bem, e deixei de tomar os medicamentos, que me tinham sido receitados á anos atrás. Agradeço também à pessoa amiga que me encaminhou, ao Hospital St.Louis, pois esse dia deu-me nova esperança de uma melhor qualidade de vida.
Um bem hajam.

 

J.M.F. EAP 1037 – Sendo o seu paciente 1037, quero agradecer-lhe a si a à sua equipa a intervenção a que fui submetido.

Senti melhoras na minha condição urinária imediatamente após a intervenção e passados dois dias tudo está a decorrer acima das minhas expectativas.

Posso considerar que, se se conseguem milagres através da fé, não será menos verdade que o resultado da investigação cientifica, da abnegação à profissão

e da vontade de ajuda aos homens e mulheres em sofrimento produzem outros tantos milagres aos quais devemos estar todos reconhecidos.

Serei um forte apoiante e divulgador do procedimento que o Senhor Professor e a sua excelente equipa efetuam.

Bem hajam.

 

Ensaio Clinico 21 – A.M.Decorridos seis meses da intervenção em assunto, realizada em 07.01.2016, entendo ser chegado o momento de lhe outorgar o meu testemunho vivenciado.

O desconhecimento acerca deste método inovador resultou, pela constatação dos resultados obtidos e confirmados em exames complementares de diagnóstico, muito acima das melhores expectativas almejadas.

Senão veja-se a título de exemplo e comprovadamente:

– a redução significativa do PSA;

– a redução ainda mais significativa da dimensão da próstata, que pesava 52 gr. antes da intervenção e pesa agora 35 gr.;

– a melhoria do fluxo urinário diário, apenas comparável àquele que se registava quando teria metade da minha atual idade – 62 anos.

Todavia e para além dos exames clínicos cientificamente probatórios, importa saber o que sentia e perceciona quem foi submetido à intervenção. É, no meu entendimento, o paciente quem sabe avaliar o antes e o depois, numa perspetiva empírica, realista e comparativa.

Assim e sistematizando:

– foi reduzida drasticamente a quantidade de vezes em que diariamente havia que urinar;

– o atual volume de micção que compara com outrora e que era constituído por pequenos fluxos e a múltipla frequência diária dos mesmos;

– a tranquilidade de se poder dormir toda uma noite, despejando-se a bexiga apenas de manhã ao levantar, em quantidade e com o tal jato característico de outra faixa etária;

– a exclusão total da toma de qualquer medicação auxiliadora para as distintas deficiências/mazelas sentidas por força da hiperplasia;

– Em suma, uma evidente melhoria da qualidade de vida comprovadamente vivenciada, neste particular.

Relativamente ao método/intervenção usado, pioneiro a nível mundial, mau grado os sempre omnipresentes e históricos “Velhos de Restelo”, confirmo com o saber de experiência feito, ser:

– fisicamente pouco invasivo;

– rápido e indolor com recurso a apenas uma pequena anestesia local;

– de recuperação rápida e sem sequelas dignas de registo, permitindo a normalidade da retoma da atividade quotidiana no imediato;

– desnecessária preparação prévia complexa, por vezes inibidora e incómoda, como em outras intervenções hospitalares;

– efetuada em mero regime ambulatório, com presença em bloco operatório por um período pouco além de uma hora.

Atento o que antecede, queira Senhor Professor, ser o coletor do meu sincero, reconhecido e profundo agradecimento na sua pessoa e a toda a equipa que superior e eficientemente dirige, pelo sucesso alcançado no meu caso e pelo bem estar que me proporcionou, sentimento esse no qual se revê igualmente a minha família direta.

Desejo vivamente que continue obstinadamente na senda deste sucesso comprovado pelos demais pacientes e sobretudo que este método, pioneiro, eficaz e fisicamente inócuo, perceba brevemente a luz da aceitação generalizada do demais fórum médico, nacional e internacional, que ainda persiste em ser erroneamente visto como ineficaz e pueril. Que, em suma, seja reconhecido em sede médico-científica e por quem de direito este método clínico com provas sobejamente comprovadas nos mais diversos parâmetros.

Ao inteiro dispor e com os meus cordiais cumprimentos para TODA A EQUIPA de Profissionais. 

 

W.L. EAP 1056 – Dear Prof. Pisco,

Thank you very much for your kind important follow up message. With my strong appreciation, I planned tomorrow to concentrate on the testimonials. I now reached at my duty station in Khartoum Sudan. I first travelled from Lisbon via Rome to Ethiopia where my family is located. Tomorrow is a weekend day. So, rest assured that I will work on it both under your webpage plus the feedback exchange under the forum. In any case and whenever needed, you can use me as good a good case reference under the patient code 1056.

If the Portuguese urologists are trying to interrupt your miraclously safe discovery, their reason cannot be scientific at all. I can imagine, it would ratger be only personal envy or jelousy. Almighty God saved me from spoiling my life under the urologist who urgently wanted to operate me. Today is exactly two weeks after my PAE treatment and I have already noticed and wtnessing an excellent practical results. Imagine, had my urologist operated my, by now my life situayion would have been miserable on many respects.

I have no enough words to express my thanks to you. You saved my life with your effective discovery without any side-effects. I will remember you throughout my entire life. If any organization requiring witness to the effectiveness and safety of your treatment, do not hestitate to share them my full contact details.

With best wishes and kind regards,

P.P. EAP 1000 -Para informarle que gracias a usted y su equipo mi situación respecto de la próstata ha mejorado sustantivamente.

La orina, en cantidad importante y solo una vez en la noche.
La eyaculación normalizada.
Existe sí un pequeño dolor y entiendo que es por el stent.

W.L. EAP 1056

My PAE Treatment Experience on 07 July 2016 by Prof. M. Pisco at St. Louis Hospital in Lisbon, Portugal

I had my PAE treatment procedure done two weeks ago on 07 July 2016 by Prof. Martins Pisco and team at St. Louis Hospital in Lisbon, Portugal. I am 47 years old and was the 1056th PAE treatment procedure patient.

I encountered acute urine retention and associated BPH symptoms and was catheterized in a hospital number of months ago. By then, the ultrasound result showed a very large prostate problem. The medical doctor in consultation with a general surgeon recommended an immediate open surgery. I instead resisted and demanded to think over it. The next day, I visited Urologist while under a catheter. His diagnosis confirmed the same problem of very large prostate. He recommended immediate open prostatectomy and suggested if I could be admitted in the hospital right away. Again, I resisted and demanded to think over it. The Urologist has stated rather gloomy remark that the only solution would be immediate invasive surgery. So, he prescribed Alfuzosin [Xatral] 10mg/day until I make up my mind and recommended to remain under catheter. I began taking the prescribed medicine. However, I instead went back to the previous hospital that catheterized me and my catheter was removed after the third day.

As a process to make up my mind for the open prostatectomy, I continued reading and reviewing literation on the conventional BPH treatments [particularly on Open Prostatectomy]. Unfortunately, my review shower many severe disadvantages and complications such as risks of bleeding, impotence, erectile dysfunction, urinary incontinence, loss of ejaculation, retrograde ejaculation, stricture formation, long hospital stay and recovery period, urinary retention, and many other side-effects that critically reduce my quality of life. The possible prospects of the latter severe side-effects put me under serious stressful dilemma with a sense of hopelessness whether to whether I would undergo the surgery or not.

Nevertheless, I continued my literature review on recent BPH treatments. Just over a month ago, I google searched with ‘BPH treatment 2016”. Then, I suddenly came across with PAE treatment procedure discovery as a breakthrough treatment by interventional radiologists than urologists. It was a turning point to begin getting away from my hopelessness situation. I continued reviewing the PAE treatment literature voraciously and enthusiastically with great interest.

The review led me to discover Prof. Martins Pisco’s ‘International Prostate Medical Centre at St. Louis Hospital’with detailed broad highlights of PAE treatment procedure [pre-, during, and post PAE], publications, patient testimonials, pictorial photo and video documentation. Almost over 1000 patients were treated under Prof. Martins Pisco by the time I discovered his website. Using the contact address, I immediately sent an e-mail, for which I received prompt reply. I replied to the e-mail by completing the necessary forms plus enclosing supporting documentation. Following receipt of confirmation on my eligibility for PAE treatment procedure, I immediately travelled to Lisbon and began my pre-PAE preparatory diagnosis. Prof. Martins Pisco’s examination and diagnosis included PSA and related blood test, Angiography-CT Scan, Urine-flowmetery, and MRI, which were completed from 04 – 06 July 2016. A day before the actual PAE treatment, he re-confirmed my eligibility for the PAE treatment procedure based on the outcomes of the different diagnosis.

On Thursday 07 July 2017, I underwent the PAE treatment as a 2nd patient out of eleven scheduled for the weekly procedure. As I was undergoing the treatment, the procedure began with a local anaesthesia around my right side femoral artery with a small needle. Then, a 1.5mm needle was used to perform my PAE treatment with a minimally invasive procedure, which was rather painless except minor feeling of discomfort as Prof. Pisco and the professional team performed the procedure. After 30 minutes, I was informed that the embolization of the right side was completed. After another 30 minutes, I was again informed that embolization of the left side was completed. The entire procedure was completed within one hour. Since it was not as such painful, I was interacting with Prof. Pisco and his professional team, requesting them to take memory photos [which I possess them now].

I was moved to a recovery room where I was told to stretch mainly my right side foot where the catheter was inserted. After two hours, I used the wash-room on my own. Since I was alone, Prof. Pisco recommended me to spend the night in the hospital instead of returning to my hotel, which I accepted. In the late afternoon same day, I was already walking inside the hospital’s small nice garden. The next day morning, Prof. Pisco checked me and I returned back to my hotel walking alone a distance of more than 10 minutes alone. The slight feelings of discomfort were all gone within two days and then I was walking in the city centre and around, visiting many nice sight-seeing places in Lisbon.

Overall, my PAE treatment in Lisbon brought me back my hope for a quality of life without any pain and blood loss as well as without any worries of severe risks, disadvantages and complications expected from conventional treatments. The PAE treatment transformed my hopelessness status to one full of hope to enjoy a quality life. I have already begun witnessing the early highly promising positive results. Currently, I stopped taking the medication, including Alfuzosin 10mg. My urine flow has shown significant improvement. The frequency of night urination is limited only to 1-2 times on average depending on the volume of my liquid intake. My personal IIEF-5 function index issues have already begun showing noticeable improvement whereby I am witnessing a happy and healthy quality family life.

I have been witnessing fast improvement after the procedure because the PAE treatment may have contributed to the softening of my prostate tissues and relaxation of the urethra muscles alongside the expected possible reduction in the size of my prostate [which can be measured after 2.5 months]. Currently, I am on my full-time work in the office without much worry of the previously bothering BPH symptoms.  I am enthusiastically looking forward for the 3 months’ progress monitoring test after 2.5 months to support the current promising outcome I am feeling and witnessing now with quantified credible evidences of medical tests and examinations.

I am among those lucky ones who benefitted from this fundamental ground-breaking discovery of PAE treatment procedure by interventional radiologists with their accumulated knowledge, skills, and experience in arterial embolization. This break-through discovery has transformed my hopelessness to full of hope. I have no enough words to express by deepest gratitude to Prof. Pisco and his professional and administrative team for their extra-excellent professional and exemplary human qualities. He and the team members are gifted and blessed to do such a wonderful and fabulous PAE treatment as a simple out-patient procedure to alleviate the sufferings of BPH patients without pain and much worry about risks of complications. Without any sense of exaggeration at all, my PAE treatment was my rebirth, which has provided me back my quality life full of hope. Had I undergone the open prostatectomy as decided by the Urologists, my present life would have been miserable due to the obvious side-effects and complications. I have no enough words to express my gratitude to Prof. Martins Pisco, who saved my life with this effective discovery without any side-effects that I will remember you throughout my entire life

I consider the PAE treatment as a miraculously amazing foundational medical discovery to be nurtured and expanded widely throughout the world so promptly. This enables many BPH sufferers to benefit out of it before they end up risking their quality life under the risky conventional treatments full of irreplaceable side-effects, disadvantages and complications.

Based on my own first-hand most recent experience, I highly recommend to anyone suffering from BPH problems to undergo the PAE treatment procedure in under Prof. Martins Pisco in Lisbon [Portugal] or anywhere in the world where the BPH medical breakthrough service is available. For example Prof. martins Pisco has already treated over 1050 patients from over 75 countries in the world [as learnt from his own words]. All patients, including myself benefited immensely without worries of risks, side-effects, disadvantages and complications of expected from the conventional BPH treatments.

Once again, the above account is from Prof. Martins Pisco’s 1056th patient who underwent PAE treatment procedure on 07 July 2016. I recommend for the prompt expansion and promotion of the risk-free PAE treatment procedure across the world so that all BPH patients benefit out of it.

B.J. EAP 1018– Venho manifestar o meu profundo agradecimento ao Dr. Martins Pisco, por me ter proposto participar no grupo de estudo, a embolização prostática.

O meu agradecimento estende-se a toda a equipa médica e de enfermagem, bem como a todo o pessoal do hospital St. Louis, que me tratou com inexcedível simpatia e dedicação.

Passados que foram quatro meses, após o tratamento, estou plenamente satisfeito com o resultado, sinto-me outra vez o jovem dinâmico, os receios de viagens longas e as crises por que passei acabaram, não necessito de tomar qualquer medicamento e todo este bem-estar, devo ao Dr, Martins Pisco e à sua equipa, por isso o meu muito obrigado a todos.

Como forma de agradecimento e reconhecimento, quero deixar o meu testemunho de que é possível acabar com o sofrimento, com esta técnica simples, sem cirurgia, sem dor e ainda com melhoria de qualidade vida, que eu posso testemunhar:

Por volta dos meus 50 anos, foi-me detetado Hiperplasia Benigna da próstata, traduzindo-se no aparecimento dos primeiros sintomas com idas frequentes ao Wc, por vezes dificuldades em urinar, não conseguindo retardar as idas por muito tempo. Sintomas que com o passar do tempo se agravaram. Julgo até, que o aumento da próstata se agravou cada vez que era submetido a uma biopsia e foram três ao longo destes anos.

Tive noites que me levantava, quatro, cinco, seis ou talvez sete vez, para urinar, com fluxos fracos e curtos, ficando com a sensação de querer e não conseguir, e após me deitar, voltar a levantar-me passado uns minutos, para urinar apenas umas pinguinhas.

Fui seguido desde 2007 a 2015, no Hospital de Santa Maria e as indicações medicas, eram de que só a cirurgia poderia resolver o problema, pois tinha uma próstata muito aumentada.

Fui sempre aconselhado pela Médica a fazer à cirurgia ou raspagem da próstata, e quando questionada por mim quais as consequências e impotência sexual, dizia-me sempre que “nenhumas”.

Não vislumbrando melhorias e a  cirurgia causava-me algum receio. Acabei entretanto por ter conhecimento da Técnica desenvolvida pelo Dr. Martins Pisco através da internet.

Assim em conversa com a minha esposa, a quem quero também desde já agradecer, por toda a sua força e confiança que me deu, tendo ela própria contacto o Hospital ST Louis, para marcação da consulta com o Dr. Martins Pisco.

Após participar no estudo que durou seis meses, fiz o tratamento por embolização prostática, que resultou em pleno, por isso mais uma vez o meu agradecimento ao Dr. Martins Pisco e toda a sua equipa

W. T. – EAP 994 – Dear Prof Pisco, I hope you are well I went back to my hospital last week and saw my Urologist for my regular  6 monthly CT scan result for my  R. kidney follow up which is fine. He told me that my prostate size is now about 100cc which is about 1/2 the size before my PAE at your center. I can urinate about 200ml each time with no problem. My urologist said I have sold the procedure to him also to my G.P. With  best regards and thanks, Sincerely,

EAP – 892 Estudo 24 – Caro Professor Martins Pisco

Finalizado o ensaio clinico a que estive envolvido quero desta forma atestar os resultados conseguidos com a embolização da próstata.

Chamo-me M. A. X. F. tenho 66 anos e foi-me diagnosticado no ano passado  pelo médico urologista Pedro Barros a HBP, sou  também hipertenso e diabético.

Em boa hora e numa pesquisa na internet cheguei ao seu sítio. Bem haja Professor Dr. Martins Pisco pela alternativa que proporciona ás pessoas com esta patalogia, com o seu método inovador no tratamento da Hiperplasia Benigna da Próstata.

Sendo eu o doente 24 do seu ensaio clinico em curso venho desta forma dar o meu contributo para o incentivar e para que continue na sua tarefa. Quero desta forma também, alertar a quem de direito ao reconhecimento e para que dessa forma seja compensado pela a sua dedicação e sobretudo pelo que está a fazer a bem da sociedade.

Estou disponível para mostrar a minha experiência e passar a mensagem da evolução da minha doença após ser submetido ao ensaio clinico. Posso testemunhar que a minha decisão fundamentou-se na informação que me chegou de outros doentes, o conhecimento da sua experiencia, a sua tenacidade e ainda também pelo sucesso em casos difíceis da doença me convenceram a esta intervenção.

Em 23-09-2015 fui sujeito ao seu tratamento e de novo o meu jacto urinário tem a pressão de outrora. Mercê dos medicamentos que tomava (e que deixei de tomar), o meu desempenho sexual era muito reduzido, agora as melhorias são notórias, a minha qualidade de vida sexual está aceitável tendo em conta a minha idade. No fim do ensaio reduzi de 3 vezes para 2 vezes  a necessidade de me levantar para urinar e acontece até ser necessário somente uma vez em algumas noites.

Quero prestar-lhe a minha homenagem pela sua ajuda. Bem Haja. Ao que me apercebo a classe médica trata com displicência a técnica utilizada , no entanto eu como utilizador garanto por minha honra que o meu caso é de sucesso. Muito gostaria que fosse audível o que aqui estou a atestar.

Terrugem 03-10-2016

Melhores cumprimentos

A.L. – EAP 1082 – Boa Tarde Sr Professor Dr Martins Pisco

Venho pelo presente email agradecer o Excelente Trabalho e a prontidão manifestada pelo Sr Professor no sentido de resolver o meu grave

problema de saúde: estava algaliado desde Fevereiro de 2016 e, após medicação e desalgaliações/algaliações, não via solução para o meu problema.

Por outro lado, não me conformava com a ideia de sujeitar-me às cirurgias clássicas, pois sabia que iria ficar com sequelas. Não desisti e, numa das

minhas pesquisas na web, tomei conhecimento da Embolização Prostática desenvolvida pelo Sr Prof Dr Martins Pisco.

Fui tratado no dia 15/09/2016. Não foi preciso anestesia geral e voltei para casa no mesmo dia.

Hoje, 14/10/16, menos de um mês após o tratamento, fui desalgaliado e eis que, ao fim de OITO MESES, sinto-me um homem novo.

Quero expressar o meu Profundo Reconhecimento e Gratidão ao Sr Prof Dr Martins Pisco por me ter resolvido o problema e devolvido a alegria de

viver, já que com 58 anos, me sentia, psicologicamente, arrasado.

Recomendo este tratamento a todos os homens que tenham Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP), como foi o meu caso: um mês após o tra-

tamento, passei de um volume de próstata de 62cc  para 40cc e, finalmente, urino sem algália.

Bem haja Sr Prof e que Deus lhe dê muita Saúde

A- L.  14/10/2016

 

D. P.EAP 1005 – Dear Prof Martins, With my great pleasure, I hereby attach the results of test (PSA, Ultrasound and Uroflowmetry) after six months of PAE treatment. I continue to feel that my prostate condition has been improved significantly and stable for the last three months. Once again, I would like to express my deepest gratitude to you for your PAE treatment has made me feeling well.

Kind regards, D. P

EAP 702 – Dear Prof. Dr. Pisco,

I am travelling away from my home.  I return in December.  When I return home in December I will fill out the forms and send them to you.

Thank you for the work you did with me.  Because of the prostate artery embolization procedure I am still functioning quite well without a TURP.

Best regards,

Dr. A.K. – Dear Prof. Martins Pisc­o

We are incredibly tha­nkful for you teachi­ng us the prostate em­bolization tecnhique.­  We use this proced­ure very often with g­reat results and have­ already made some mo­difications. We hope ­that we would have a ­chance to do some col­laborative work in th­e near future.

With most sincere tha­nks,

Dr. A.K.

 

EAP 967 – A.Z – Traduzi o questionario que o sr. o enviou e mando as respostas.

Sobre o questionario IIEF, o sr. Zoabi Abed nao teve problemas de erecao antes da intervencao. Ele sente uma pequena melhoria na erecao, porem, sente uma grande melhoria na ejaculacao.

Em anexo esta o segundo questionario.

Sobre os exames feitos pelo sr. Zoabi Abed em Israel:

PSA 0.631 ng/Ml  21/03/2016

PSA 1.2    ng/Ml  30/9/2016 – exame de rotina

Testosterona 3.4

Como amigo pessoal dele, vejo a diferenca que ele sente em relacao ao passado.

W.B.   – PAE 893 – Dear Dr Pisco

I have just come from my local doctor here in Buffalo to have my 1 year check up on my prostate, we had been on vacation for 5 weeks in Burma hence the small delay in getting to see the doctor here.

As you may remember from 24th September 2015, before my operation in Lisbon, I was 100cc in size. On the 29th of November 2016, my prostate measured 65cc. This seems a big decrease even from 6 months ago when it was still 81cc.

From your website I have read that typically the size reduces by 10 to 30%, so this seems like a still larger reduction – of which of course, I am really pleased. I am urinating really well and just want to say how happy I am that I did not go through the TURP procedure here, but came to Lisbon.

Also my PSA in Lisbon one year ago was 4.2, on 29th November it was 2.99, so that has been slowly increasing over the past months, from 2.2 six months ago. A different lab did the analysis this time so that too may have made a small difference due to the measurement method.

A question please, this is a reduction of about 35%, how typical, how often do you see this amount of size reduction in your patients?

I do need to add that I have personally taken additional measures to try to assist in my own size reduction, as I still felt that 81cc from May 2016 was still too high.

 

M.A. – EAP 1129 – o meu nome é J.M. A. A. e sou seu paciente no estudo do tratamento inovador da Embolização na Hiperplasia Benigna da Próstata no Hospital Saint Louis. E venho desta forma deixar-lhe uma nota de agradecimento em especial a si mas também á sua Equipa, a oportunidade que me foi proporcionada de fazer parte do estudo para este tratamento inovador.

Desde 2006 que me foi diagnosticado uma Próstatite Crónica e um considerável elevado tamanho da Próstata para a minha idade de 37 anos na altura. O Urologista que acompanhou o meu estado clínico, foi sempre da opinião que eu devia ser operado para a extracção da próstata. Situação da qual eu sempre fugi e ao fim de quatro anos deixei de ir a mais consultas.

Depois de vários anos a tentar que os factores psicológicos fossem por si só mais fortes, e assim, pudessem resolver os meus problemas de próstata, ou, por meios de tratamentos alternativos, ou a esperança que pudesse aceder a uma evolução na área da medicina para este problema, deixei de ter capacidade para ter uma vida que se possa chamar normal, ou seja, as relações sexuais cada vez mais decepcionantes até deixarem de existir, as várias vezes que tinha de me levantar durante a noite para urinar e que me deixavam com um descanso deficitário, as sensações estranhas que se passam na zona da bexiga bem como o seu mal estar, e ainda, a infecção que me subia pelos intestinos e me provocava crises intestinais e diarreias constantes e me tirava o restante prazer pela vida, se é que ainda houvesse algum prazer em viver, mas claro que havia, era a tal esperança, que fez com que eu nunca tenha optado pela extracção da Próstata.

Tive conhecimento deste tratamento inovador para a Próstata por meio de um colega de trabalho, que tinha ouvido falar de um tratamento inovador no Hospital Saint Louis, precisamente quando tinha decidido que tinha que resolver urgentemente a minha situação que se tinha tornado insuportável.

Após ter feito o tratamento à cerca de um mês, sinto-me muito bem, e ainda a melhorar. Voltei a ter relações sexuais e a manter ereções, voltei a urinar e a conseguir reter a urina de forma satisfatória, deixei de ter diarreias e problemas intestinais.

Em suma, voltei a ser homem, voltei a acreditar que tudo é possível, que sou capaz de conseguir aquilo que quero e que não há limites, isto sim é viver e ter ferramentas para se poder viver com qualidade.

E por esta reconquista da minha vida, lhe dou todo o mérito Professor Pisco, agradeço-lhe do fundo do meu coração e da minha alma toda a sua devoção a este novo método de trabalho e inovação que faz com que a nossa sociedade seja mais saudável fisicamente e psicologicamente, e, espero sinceramente que seja reconhecido o seu excelente trabalho conforme o merece, e que isso lhe dê o retorno para que toda a sociedade possa ter o proveito.

Sinto que estou em divida para consigo, qualquer coisa em que o possa ajudar ou ser-lhe útil, faça-me saber.

Já agora aproveito para felicitar toda a sua equipa e ao Hospital Saint Louis que têm a coragem de o acompanhar.

Um grande bem haja, e a maior das felicitações, 

J.C. – EAP 1226

This Juan. I just want to thanks for your hospitality during my stay at your clinic. Just to let you know that I have not experienced any unusual post PAE effects. The prostate slight-pain only lasted a couple of days after the operation.

However, there is something I would like to share with you. A few days after i returned to Canada (last week); during peeing i felt something got stuck in my penis’s urethra. It caused burning (only during peeing) and reduced urine flow; This lasted 5 days. Two nights ago I expelled a big size bladder stone. I am attaching the photo, so you can see the size. It’s size matches to what was reported in the CT scan I got done last February here in Canada. It caused burning and bleeding. The bleeding stopped quickly and the burning only last 1- days. Now, I feel that my urine flow is very good and I do not feel any prostate-related pain.

I feel relieved that my bladder stone is gone. I think it was caused by the urine retention and related to my enlarger prostate.

I made appointment with my family doctor and i should see her on June 19. She will help me scheduling the tests you suggested. I slowly feeling my prostate better. I hope this will continue improving.

Thanks Dr. Julio Martins.

I will write you after my appointment with my family doctor.

Note: for expelling the bladder stone, i used “chanca piedra”; it is very popular natural medicine in Peru to relieve the symptoms of kidney stones. It seems to worked for my bladder stone, too

EAP 633 – S. G.  – Dear Dr Pisco: I am urinating like a twenty year old. the weather has been very hot now and i am drinking a great deal of water. i have been getting up at night (2-3 times)  but in the morning my ankles which are some what swollen at night are a normal size. when i urinate it is not dribs and drabs but a steady strong flow without waiting. the procedure was a success. thank you very much. stay in good health.

 

 

 

Partilhe este conteúdo

Comentários: 122

  1. Klayton says:

    Ótimo conteúdo , adorei as dicas, muito bom mesmo , parabéns e muito obrigado pelo ensino , um abraço

  2. camping test says:

    Shredders don’t just do damage to documents, though.

Deixe o seu comentário: