Varizes da vagina e útero - Publicações

1. Síndrome da dor pélvica tratado por escleroterapia da veia ovárica

Livro de Resumos do VI Congresso Nacional de Radiologia, Vilamoura, 17 de Maio de 2002.

Objectivo: Avaliação do efeito da escleroterapia da veia ovárica no sindrome da dor pélvica.

Material e métodos: Doente de 46 anos de idade com dor pélvica crónica, desde a puberdade, que se exacerbava periodicamente antes da menstruação. Efectuou-se flebografia da veia ovárica esquerda que revelou grande dilatação da veia ovárica, que media cerca de 2cm de diâmetro. De seguida realizou-se escleroterapia com Ehtiosclerol a 1 %.

Resultados: Após escleroterapia verificou-se grande redução do calibre da veia, que passou a ser filiforme, e cura com desaparecimento de toda a sintomatologia.

Conclusão: A escleroterapia da veia ovárica é uma boa alternativa terapêutica no sindrome da dor pélvica.

Ler Artigo Completo »